ASSINE

Secretário de Saúde atualiza cenário da pandemia da Covid-19 no ES

Nésio Fernandes faz pronunciamento on-line, nesta quinta-feira (21), a partir das 9h, para atualizar as informações sobre o enfrentamento à Covid-19 no Espírito Santo

Vitória
Publicado em 21/10/2021 às 09h11
  • RESUMO DA COLETIVA
  • ES não vai reduzir intervalo de aplicação da primeira e segunda doses
  • 70% dos adolescentes vacinados do ES foram vacinados com pelo menos a 1ª dose
  • 95% da população adulta do ES foi vacinada com pelo menos a primeira dose
  • 300 mil pessoas com a D2 em atraso no ES
  • ES vai oferecer atendimento psicológico a quem tem medo de "agulha"
  • População adulta com menos de 60 pode ter reforço na vacinação a partir de dezembro no ES

09:57

Final da coletiva

Nésio Fernandes e Luiz Carlos Reblin finalizaram a coletiva de imprensa.


09:56

300 pessoas com medo extremo de agulhas no Estado

Nésio: "Até ontem, tínhamos mais de 300 pessoas com essa autodeclaração na plataforma. Não temos um indicador real deste dado, porque não foi realizado anteriormente nenhum censo desse tipo, no entanto, entendemos que ocorre com importante frequência na população. O secretário explicou como será a abordagem a quem se autodeclarar com fobia de vacina. "O paciente é abordado, recebe a orientação de um psicólogo no momento anterior à vacinação, a presença de alguma pessoa próxima a ele, que possa dar um suporte afetivo e, em alguns casos, é possível orientar o uso de alguns medicamentos que podem ser administrados por via oral, que podem reduzir o grau de ansiedade, inclusive sedar a pessoa".


09:52

3ª dose para população abaixo dos 60 anos

Nésio: "É possível, ainda no final desse ano, havendo evidências que recomendem, havendo a disponibilidade de doses, no mês de dezembro, iniciarmos a vacinação (reforço) de pessoas com menos de 60 anos. Nós precisamos, no entanto, cumprir as metas de vacinação".


09:51

Região Serrana pode alcançar o risco muito baixo

Nésio: "A Região Serrana pode alcançar nos próximos dias o risco muito baixo".


09:49

Dose de reforço também se aplica à vacina da Janssen

Nésio: "O reforço se aplica a todos os vacinados, inclusive àqueles que receberam a primeira dose da Janssen no Espírito Santo".


09:46

200 mil testes de Covid-19 distribuídos

Nésio: "Já distribuímos mais de 200 mil testes de antígenos aos municípios capixabas para que nos mais de 538 pontos de testagem distribuídos entre atenção básica e atenção especializada, que já foram treinados, estejam à ampla disponibilidade da população capixaba. Com esses testes de antígenos, mais a capacidade dos testes de RT-PCR, temos uma estratégia de testagem em massa e plena. Toda a população capixaba, diante de qualquer sintoma ou mesmo assintomática, pode e deve procurar os pontos de testagem".


09:43

Unidade móvel para realizar testagens na Grande Vitória

Reblin: "Estamos discutindo com a universidade (Ufes) a expansão para os campi de Alegre e São Mateus. Estamos discutindo, no encontro com os institutos federais a testagem nesses pontos. Estamos discutindo a possibilidade de uma unidade móvel que vai percorrer os pontos de grande concentração de pessoas, especialmente da Grande Vitória, para ampliar a testagem. Na semana que vem, amplia a testagem no Crefes, em Vila Velha. Amplia a testagem na regional de Colatina. Trabalhamos nessa expectativa porque a máscara, a testagem e a vacinação são fundamentais".


09:40

Correção: 70% dos adolescentes tem a 1ª dose no ES

Luiz Carlos Reblin corrigiu a informação, afirmando que a cobertura vacinal de 70% nos adolescentes é para a primeira dose da vacina contra a Covid-19.


09:39

Máscaras serão mantidas no ES

Reblin: "A máscara nós vamos manter, até que a OMS faça uma recomendação geral. É necessário que as cidades daquela microrregião tenham um ponto de testagem de livre demanda, ou seja, a pessoa deve se dirigir ao local de testagem, declarar o desejo de fazer o teste e ter acesso ao teste. E alcançar as metas de vacinação. É nesse cenário que estamos avançando na vacinação no Espírito Santo".


09:37

ES quer ajudar quem tem medo de agulhas a se vacinar

Nésio: "A plataforma já abriu a possibilidade de optar pelo cadastro da população que tem medo extremo de agulhas, que é uma condição na qual a pessoa tem o desejo de ser vacinada, concorda com a vacina, no entanto, diante de um medo extremo, acaba entrando em um pânico que impede de ser vacinada. Vamos realizar um censo de toda a população do Estado que tem medo extremo de agulhas que impede de concretizar a vacinação contra a Covid-19. Nós iremos avaliar as diversas estratégias de apoio psicológico para poder garantir a essa população, que deseja ser vacinada, mas que possui um medo inconsciente".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.