ASSINE

Parque Nacional do Caparaó reabre as portas para visitação

Ponto turístico reabriu as portas nesta quinta-feira (22) para a visitação com entradas pelas duas portarias - capixaba e mineira

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 22/04/2021 às 19h34
Parque Nacional do Caparaó
Parque Nacional do Caparaó. Crédito: Marcos Amend/ICMBIO

O Parque Nacional do Caparaó, na divisa entre o Espírito Santo e Minas Gerais, reabriu as portas nesta quinta-feira (22) para a visitação nas duas portarias. O ponto turístico estava fechado por medida de segurança contra a Covid-19.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o parque, será obrigatório o uso de máscara descartável ou de pano (cobrindo boca e nariz) para todos os visitantes.

Nas áreas de uso comum como estacionamentos, trilhas, estradas e acampamentos, deverá ser mantido o distanciamento de pelo menos dois metros entre pessoas, exceto pessoas do mesmo grupo de visitantes.

Churrasco e acampamentos estão proibidos, mesmo em áreas apropriadas —  piqueniques em família, entretanto, continuarão autorizados.

Às quartas-feiras o parque ficará fechado à visitação, para manutenção de estradas, trilhas e atrativos.

Pelo município capixaba de Dores do Rio Preto, a portaria de Pedra Menina receberá visitantes todos os dias da semana (exceto às quartas feiras), com entrada entre 08h e 15h e saída impreterivelmente até às 16h. O limite diário de visitantes será de 80 pessoas, de forma flutuante.

Só será permitido o acesso aos atrativos: Casa Fria, Macieira, Cachoeira dos Sete Pilões e Cachoeira do Aurélio (incluindo o Mirante do Aurélio). Os demais atrativos permanecem fechados à visitação (inclusive camping).

O PARQUE

O Parque Nacional do Caparaó protege o terceiro pico mais alto do país, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude. É um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil. Além das trilhas, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeira e piscinas naturais, observar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol. 

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.