ASSINE

Estrada de Regência é liberada após ficar interditada por uma semana

Rodovia ES 440 estava interditada desde o último dia 15, devido a alagamento causado pela cheia do Rio Doce. Acesso foi liberado na manhã deste sábado (22)

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 22/01/2022 às 12h41

Estrada de Regência é liberada após interdição

Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana. Divulgação | Prefeitura de Linhares
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana
Rodovia ES 440, em Regência, é liberada após ficar interditada por uma semana

A rodovia ES 440, de acesso à Vila de Regência, em Linhares, no Norte do Estado, foi liberada na manhã deste sábado (22). A estrada ficou alagada e precisou ser interditada no dia 15 de janeiro em decorrência da cheia do Rio Doce. Moradores chegaram a ser resgatados de comunidades ilhadas pelos Bombeiros e pelo Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer).

A travessia, que tem aproximadamente três quilômetros, ficou completamente alagada por vários dias (veja vídeo abaixo), e o único acesso foi por meio de barco. Após um intenso trabalho de recuperação do trecho, a Prefeitura de Linhares informou que a estrada foi liberada e, além disso, a coleta de lixo – que também estava suspensa – foi retomada.

Desde o início desta semana, uma força-tarefa da Secretaria de Obras de Linhares atua nos principais trechos atingidos pela enchente, sobretudo nas rodovias estaduais de acesso à Regência e a Povoação, com serviços de patrolamento. O acesso à Povoação já havia sido liberado após máquinas da prefeitura recuperarem o trecho.

A previsão é que as ações continuem na próxima semana, em outras regiões, como Degredo por exemplo, onde a água deve recuar. “Iniciamos os trabalhos assim que o nível do rio baixou, dando condições necessárias para a execução do plano de recuperação. Hoje trazemos essa importante notícia do acesso liberado à Regência. Nossas equipes atuam em várias frentes para que a população continue sendo assistida e tudo seja restabelecido o mais breve possível”, disse o vice-prefeito de Linhares, Bruno Marianelli.

Os serviços de recuperação de estradas integram um plano para melhorar o tráfego nas regiões afetadas pela inundação do rio Doce, e que incluem ainda ações de roçagem, capina e operações tapa-buracos nas demais localidades de Linhares.

“São medidas estabelecidas pela força-tarefa mobilizada pela Prefeitura de Linhares desde o momento em que o rio começou a subir e atingir as comunidades ribeirinhas. Para sua execução, dependíamos exclusivamente que as condições climáticas favoráveis, o que foi possível nesta semana”, disse o secretário municipal de Obras, João Cléber Bianchi.

*Com informações de Pollyanna Patricio, da TV Gazeta Norte

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.