ASSINE

Entenda o que você vai poder fazer ou não durante a quarentena no ES

As medidas implementadas pelo governo do Estado visam à queda na circulação do coronavírus para, dessa maneira, reduzir o número de casos e óbitos por Covid-19

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/03/2021 às 21h12
Data: 18/03/2020 - ES - Vitória - Coronavírus - Movimentação de bares no Triângulo das Bermudas na Praia do Canto - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Há um ano, bares no Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, também tiveram que fechar devido à pandemia. Crédito: Vitor Jubini

A partir desta quinta-feira (18), um conjunto de medidas para reduzir a circulação de pessoas entra em vigor no Espírito Santo. As  restrições, mais rígidas que as anteriores, foram anunciadas pelo governador Renato Casagrande com o objetivo de conter o avanço da pandemia de Covid-19 no Estado.

As novas regras valem para todo o Estado e têm duração de 14 dias. Elas restringem setores do comércio, atividades sociais e serviços públicos. Confira abaixo o que você pode e o que não poderá fazer durante a quarentena, e os serviços  que estarão disponíveis.

Eu posso pedir lanches, pizza ou outra comida e retirar no local?

Não. Bares e restaurantes só podem funcionar via delivery. Nesses estabelecimentos está proibido o atendimento presencial, mesmo que seja na porta para retirar qualquer produto. Também não será permitido o serviço de drive thru. 

As lojas de rua e dos shoppings vão funcionar em horário especial?

Não. A maior parte do comércio vai ficar fechada durante a quarentena. Em casos de lojas que prestam serviços essenciais, como é o caso de materiais de construção, o horário de funcionamento é normal, sem restrições.

Posso marcar uma consulta médica que não é de urgência, ou com dentista?

Sim, todos serviços médicos e de assistência à saúde, mesmo os que não são de urgência, são considerados atividades essenciais durante a quarentena e vão ser mantidos.

Posso ir à praia?

Sim. Por enquanto não há nenhuma restrição sobre a utilização de praias. O governador Renato Casagrande vai se reunir com os prefeitos para decidir medidas que podem ser tomadas para evitar aglomerações nestes locais. A recomendação, contudo, é que as pessoas apenas saiam de casa para realizar atividades essenciais.

E os salões de beleza? Posso ir com horário marcado?

Não. Os salões de beleza não são considerados serviços essenciais e, por isso, estão proibidos de funcionar durante a quarentena.

Estou fazendo uma obra na minha casa. Posso continuar?

Sim. O setor de construção civil é considerado uma atividade essencial e não vai fechar. Portanto, você pode dar continuidade à obra ou reforma na sua casa. É obrigatório o uso de máscaras.

As feiras livres vão funcionar?

O governo recomenda a não realização, mas os municípios podem decidir ou não pela proibição.

E os serviços do Detran e autoescolas?

O Detran vai definir nesta quarta-feira (17) como será o atendimento das atividades relacionadas à habilitação e veículos durante a quarentena. 

Ciclista com máscara no calçadão de Camburi
Ciclista no calçadão de Camburi: a recomendação é que, para quem for sair, faça atividades individuais e de máscara. Crédito: Carlos Alberto Silva

Posso fazer atividade física ou caminhada no calçadão?

Desde que não seja uma atividade coletiva, você pode fazer. A prática de atividades físicas individuais não está proibida. No entanto, a recomendação do governo é para que as pessoas evitem sair de casa para realizar atividades que não são essenciais. E, caso você saia, use máscara.

Os supermercados podem continuar funcionando normalmente?

O novo decreto estadual manteve o funcionamento desses estabelecimentos durante os dias de semana e sábados, mas proibiu que supermercados e padarias abram aos domingos e feriados.

Eu posso sair à noite?

Sim, não há restrição de horário para circulação de pessoas nesse sentido. Mas  a orientação é para que as pessoas fiquem em casa e apenas saiam para realizar atividades essenciais, como ir ao supermercado e farmácias, por exemplo. 

Espaços abertos como parques e praças podem ser usados?

Não. Está proibido o uso de parques, praças, quadras e campos públicos durante a quarentena.

Eu posso ir à igreja?

Pode, mas a recomendação é que você participe de cultos e missas de forma virtual. As igrejas não estão proibidas de abrir, mas a orientação do governo estadual é para que os serviços sejam oferecidos em plataformas on-line para evitar aglomerações.

Eu posso fazer churrasco no meu condomínio?

A não ser que o churrasco seja para pessoas do seu ciclo familiar, este tipo de evento social está proibido. Além disso, o uso de áreas comuns dos condomínios vão ter uso limitados pelos síndicos. Caso você descumpra alguma dessas regras, o síndico pode acionar algum órgão de fiscalização e você pode ser multado. 

Se eu tiver problema no meu serviço de internet ou telefone, eu posso chamar um técnico na minha casa?

Sim, pode. Esse tipo de serviço é considerado essencial e não vai ter alteração no funcionamento.

Eu vou viajar para outro município. Posso me hospedar em hotéis? Eles vão estar abertos?

Sim. Os hotéis continuam funcionando, mas só podem atender até 50% da capacidade. Ou seja, se você chegar no estabelecimento e ele já tiver atingido essa capacidade, você não poderá se hospedar. A orientação é para que apenas viagens urgentes sejam realizadas.

Os ônibus podem circular normalmente?

O governo estadual decidiu manter 100% da frota funcionando todos os dias da semana, mas suspendeu o passe-escolar. Lembrando que é importante usar máscara e manter distanciamento. 

Se eu precisar abastecer meu carro, os postos vão funcionar?

Sim. Os postos de combustíveis são considerados atividades essenciais e não tiveram alteração no funcionamento. As lojas de conveniência, por sua vez, estão proibidas de abrir durante a quarentena.

As agências bancárias podem realizar atendimento?

Sim. Bancos e casas lotéricas são considerados serviços essenciais e não têm funcionamento proibido durante a quarentena. 

Posso ser multado ou preso se desobedecer alguma regra?

Sim. Está prevista multa, interdição para os estabelecimentos comerciais que não seguirem as regras e até responsabilização criminal para quem não obedecer as medidas do governo estadual. No caso das festas clandestinas, há a possibilidade de apreensão dos equipamentos e até mesmo a possibilidade de (o responsável) ir preso. Existe previsão no Código Penal, já que a pessoa está contribuindo para a disseminação da pandemia. 

Renato Casagrande Coronavírus no ES Covid-19 Pandemia Quarentena no es

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.