ASSINE

Covid-19: secretário de Saúde atualiza situação da pandemia no ES

O secretário da Saúde, Nésio Fernandes, vai falar em uma coletiva de imprensa sobre a situação da pandemia do novo coronavírus no Estado capixaba; veja em tempo real

Vitória
Publicado em 11/10/2021 às 14h43

15:27

Fim da entrevista coletiva

Nésio Fernandes: "Estamos convencidos de que venceremos a pandemia com muita ciência, vacina, testagem e máscaras. Muito obrigado".


15:23

Possibilidade de nova onda após festividades? Secretário analisa

Nésio Fernandes: "Acreditamos que devemos ter comportamento endêmico da doença. E desta maneira, oscilações com aumento da curva de casos podem ocorrer. Não teremos riscos de novas ondas onde muitos casos ocorreriam com condições de comprometer a saúde pública. Novos crescimentos da curva de casos irão ocorrer de acordo com possíveis comportamentos sazonais. Poderão ocorrer em virtude de interações sociais específicas. No entanto, novas oscilações não poderão ser tratadas como novas grandes ondas, como tratamos o conceito dentro da matriz de risco".


15:22

Até dezembro, todas as microrregiões do ES devem estar no risco "muito baixo"

Nésio Fernandes: "É pouco provável que até dezembro não tenhamos todos os municípios em risco muito baixo. Estamos projetando que, no pior cenário, teremos no início de dezembro a última microrregião entrando no risco muito baixo. Nosso apelo que neste mês de outubro tenhamos mobilização pela vacinação. Já identificamos que temos algumas regiões mais resistentes à vacina do que outras. Queremos que qualquer microrregião do Estado tenha ampla cobertura vacinal".


15:15

Passaporte da vacina? ES vai divulgar regras para turistas nas próximas semanas

Luiz Carlos Reblin: "Vamos emitir todas as regras ainda esta semana em relação à circulação de pessoas aqui no Estado. Sempre lembrando que a comprovação das duas doses pode ser feita através de um aplicativo do Ministério da Saúde. É importante que turismo do Espírito Santo já tenha conhecimento desta regra e possam incentivar quem vem fazer turismo aqui no Espírito Santo, que atualize seu cartão de vacina no Estado de origem. Isso vai facilitar muito a circulação dessa pessoas nos eventos aqui no Estado. Aos agentes de turismo, em breve vamos divulgar que vamos ter a necessidade de estar com a segunda dose e dose de reforço em dia para frequentar alguns espaços".


15:09

Microrregiões do ES podem atingir risco "muito baixo" ainda em outubro

Nésio Fernandes: "Em relação ao mapa de risco, quero fazer um detalhamento. As medidas qualificadas para o risco baixo dizem respeito ao limite autorizado para grandes eventos de até 1.200 pessoas ou até 50% da capacidade. Isso terá vigência a partir do dia 8 de novembro. Medidas qualificadas de risco muito baixo podem ser alcançadas a qualquer momento. Nesta semana, serão publicadas as portarias. Desta maneira, todos os municípios que reunirem microrregiões, que tenham testagem em massa e alcancem a cobertura vacinal exigida, poderão já no mês de outubro alcançar o risco muito baixo. Podemos ter, ainda no mês de outubro, microrregiões no risco muito baixo".


15:04

Novos pontos de testagem serão abertos no ES nas próximas semanas

Nésio Fernandes: "Temos condições de, após alcançar a vacinação, termos um Natal diferente. No entanto, mesmo com a plena cobertura, vamos persistir na importância do uso das máscaras e da testagem em massa, sem necessidade de avaliação médica. Iremos abrir novos pontos de testagem em massa nas próximas semanas, e garantir os pontos de testagem em Colatina, na Rodoviária, no CREFES, no Terminal de Campo Grande e na Universidade Federal do Espírito Santo. Queremos avançar, ao longo dessa semana, na oferta do agendamento online do teste RT-PCR. Colocamos como necessidade dos municípios para avançarem ao risco muito baixo, na cor azul, a testagem em massa sem necessidade de avaliação médica. Ainda temos população subestimando sintomas leves da doença. Isso também ocorre dentro das unidades básicas de saúde".


15:03

312 mil pessoas ainda não tomaram a D2 no ES, diz secretário

Nésio Fernandes: "312 mil pessoas não retornaram para tomar a segunda dose no Espírito Santo. É o menor número que registramos. Isso é importante, uma conquista a ser celebrada. A cada segunda dose aplicada, incrementa e reduz as chances das pessoas se infectarem. Entre os que não voltaram, 88% deles são não-idosos. São pessoas com 59 ou menos de idade, e que representam neste momento o maior desafio de mobilização para segunda dose. A D2 garante efeito protetor do indivíduo e da coletividade. 72% dessas pessoas tem menos de 49 anos".


14:53

Subsecretário faz balanço de vacinação no ES

Luiz Carlos Reblin: "A vacina tem influenciado os números das internações, casos e óbitos da doença. Detectamos no Espírito Santo a variante Delta, que é a mais contagiosa que surgiu até este momento, no mês de junho. Graças ao número de vacinados que já tínhamos, retomamos as internações, mas isso não interferiu de maneira tão significativa como nas variantes anteriores. É conhecido de nós que a vacina salva vidas. Hoje temos cobertura no Estado de quase 92% da população adulta que recebeu a primeira dose ou a dose única. 63% receberam a dose dois ou a dose única. Os adolescentes quase 65% já tomaram a primeira dose. E a dose de reforço já foi aplicada em pessoas acima de 60 anos em quase 65% da população. Precisamos compreender que ainda tem gente internada, ainda temos óbitos, mas este óbito vai acontecer infelizmente sempre na população mais vulnerável, que são os idosos".


14:52

Cai a velocidade de vacinação no ES e secretário faz apelo e convite à população

Nésio Fernandes: "Queremos pedir para que mobilizem seus familiares, vizinhos, todas as pessoas conhecidas para que, aquelas que ainda não se vacinaram, que a gente consiga convencer de maneira preocupada. Precisamos vacinar todos os capixabas. Convidamos a todos que se vacinem, e que nos ajudem a convencer os negacionistas, que se recusam a vacinar. Temos vacinas garantidas para toda população acima dos 12 anos. Vai ser necessário um esforço grande para que todos completem seu esquema vacinal. Vacinávamos, aos finais de semana, mais de 40 mil pessoas. Vem caindo a velocidade de vacinação no nosso Estado. Isso nos preocupa".


14:49

"Temos perspectiva de que maioria da população esteja vacinada em novembro"

Nésio Fernandes: "Fase de recuperação da curva de casos, recuperação e óbito se mantém no Estado. Voltamos a ter uma queda muito rápida das ocupações em UTIs, representando redução dos casos, que pode estar relacionado a sucessão de eventos que aconteceram desde o mês de setembro em todo o país. Acreditamos que está relacionada a interações sociais massivas em nosso Estado. Como anunciado no mês de junho, caminhamos para uma situação onde grandes interações em massa poderão levar a oscilações de casos e de óbitos, principalmente enquanto ainda não alcançarmos a cobertura satisfatória das duas doses na população adulta e três doses nos idosos. Caminhamos para ter comportamento endêmico da Covid-19 no mundo e no Brasil. Isso irá repercutir em um novo modo de viver. Temos a perspectiva de que ampla maioria da população seja vacinada ainda este ano, inclusive no mês de novembro. Caminhamos para vencer a pandemia".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Grande Vitória SESA Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo montanhas nesio fernandes ES Sul ES Norte Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.