ASSINE

Casagrande faz novos anúncios sobre o coronavírus no ES

O governador do Estado falou, em transmissão ao vivo, sobre as últimas decisões da Sala de Situação, grupo criado para avaliar decisões em combate ao coronavírus no Espírito Santo; veja o que foi dito

Publicado em 26/08/2020 às 16h24
Atualizado em 26/08/2020 às 17h59

17:33

Fim da transmissão

O governador Renato Casagrande agradeceu a participação de todos e encerrou a transmissão.


17:32

Bares, restaurantes e lojas: quem desrespeitar será punido?

Governador Renato Casagrande "Não queremos punir ninguém, mas a legislação nos permite quem descumprir. Queremos contar com colaboração porque, o que estamos pedindo, é para salvar vidas. Nós não queremos punir ninguém, estamos a cada dia fazendo avaliação semanalmente. Estamos anunciando medidas hoje. Semana que vem, pode ser que anunciemos novas medidas. Sempre que pudermos dar passos, daremos porque é do nosso interesse".


17:28

"Risco baixo na Grande Vitória este mês é pouco provável"

Governador Renato Casagrande: "É pouco provável que nesta semana algum município da Grande Vitória esteja com risco baixo. São os dados de até sexta-feira que vão compor o mapa. Essa semana estamos com número menor de óbitos, mas não creio que ainda vamos chegar no risco baixo na Região Metropolitana".


17:24

Média móvel e mortes

Coronel Cerqueira: "Vitória, com a média móvel de 1,21, significa que tem em torno de 17 mortes. O Estado entendeu que quantidade de mortes razoável, antes de entrar no risco moderado de ameaça, seriam 10 mortes em todo o Estado. Cada município tem seus gatilhos em relação ao nível moderado, severo e extremo de ameaça. Vitória, para estar no risco leve, precisa ter gatilho de 0,5. Precisa reduzir mais da metade de mortes de atualmente, que agora tem 1,21".


17:22

Aulas presenciais de todos os ensinos devem ser retomadas este ano

Governador Renato Casagrande: "Setembro será decisivo para respostas. Vamos falar de desejos e não de decisões. O nosso desejo é voltar as aulas ao mesmo tempo, Estado e município. Será possível? Não sei. Segundo: nosso desejo é ter retorno às aulas em todos os níveis esse ano, sabendo que cumprimento do ano letivo vai entrar para 2021. Não teremos condições de concluir ano letivo presencial de forma uniforme em 2020. São perguntas que não temos respostas, temos desejos de concluir ano letivo".


17:19

Ensino à distância pode ou não envolver tecnologia

Secretário da Educação, Vitor de Angelo: "O programa EscoLAR não envolve necessariamente tecnologia. Pode ter a mediação da tecnologia ou não. Essa questão não necessariamente passa pela oferta de internet. Nós no governo estadual estamos ofertando internet gratuita. O que podemos fazer estamos fazendo. Implementamos medidas que não tem mediação de tecnologia. Em alguns lugares, maior parte das atividades remotas não exigem tecnologia".


17:15

Medidas adotadas para o transporte coletivo

Governador Renato Casagrande: "Adotamos todas as medidas, orientadas inclusive pelo Ministério Público: ônibus saírem com pessoas sentadas, distanciamento, álcool em gel nos terminais, serviço de sensor de aproximação... Eu sei que o transporte público não é atividade que você tenha condições de controlar 100%. As pessoas as vezes tem pressa. Os ônibus saem em lotação adequada do terminal mas não significa que vai percorrer todo o trecho na lotação ideal. Houve redução grande do número de passageiros. Número de ônibus é em torno de 1.300. Adotamos todas as medidas e é um trabalho para todos os dias. Cobrar das pessoas, pedir que elas possam de fato colaborar. Sei da dificuldade mas estamos adotando medidas para reduzir riscos".


17:14

Retorno dos servidores

Governador Renato Casagrande: "A partir de 1º de setembro, onde repartições que têm condições de acolher as pessoas com distanciamento, já podem começar. Quem não tem essas condições, será a partir do dia 14 de setembro. Não estou falando de servidores de grupo de risco, mas poderá ser utilizado o teletrabalho. O retorno é mais amplo a partir do dia 14".


17:08

Decreto publicado em Vitória

Governador Renato Casagrande: "Vamos tratar das exceções. A grande parte dos municípios e das lideranças está colaborando com o nosso trabalho. Teremos uma reunião com os prefeitos amanhã. Temos a colaboração de praticamente todos. Temos casos específicos, como de Guarapari, que o MPES conseguiu resolver... Neste caso da Câmara de Vereadores de Vitória tenho certeza que a Justiça dará uma decisão adequada. Sei que a ansiedade das lideranças é grande, mas precisamos pedir paciência. Disputa política está acontecendo, mas não pode interferir na pandemia porque envolve vidas. Que a gente possa fazer o embate, o debate. Estou sempre me orientando pelos profissionais, dando passos adiante no sentido de ampliar atividade econômica, social. O Espírito Santo é um dos poucos Estados do Brasil que fechou o comércio só no início da pandemia. Encontramos uma maneira de permitir um oxigênio para os empreendedores. Outros Estados ficaram com atividades fechadas por 3 ou 4 meses. Aqui estamos dando passos responsáveis adiante (...) Os Estados têm poder, estabelecimento de regras. Estamos fazendo isso muito em um ambiente de diálogo com a sociedade capixaba".


17:06

Retorno de estudantes com comorbidades

Governador Renato Casagrande: "As instituições poderão adotar diversos modelos. Pessoas com comorbidades, ou que não se sentirem seguras, poderão discutir. Cada instituição vai ter um comitê de gestão para tratar dos casos especiais, exceções. Terão revezamentos. Existem instituições com estruturas. A instituição terá diversas modalidades inclusive a presencial, para adotar medidas e responder, atender a todos os alunos de acordo com especificidades".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.