ASSINE

Covid-19: Cachoeiro começa a testar 3 mil trabalhadores do comércio

Segundo a prefeitura, o objetivo é ajudar no mapeamento da doença e possibilitar a interrupção da cadeia de transmissão do vírus, a partir do isolamento domiciliar de quem testar positivo

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 03/05/2021 às 13h02
Segundo a prefeitura, o objetivo é ajudar no mapeamento da doença e possibilitar a interrupção da cadeia de transmissão do vírus, a partir do isolamento domiciliar de quem testa positivo
Cachoeiro começa a testar 3 mil trabalhadores do comércio. Crédito: Diego Gomes/TV Gazeta Sul

Começou nesta segunda-feira (3) a testagem dos 3 mil trabalhadores do comércio de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, para identificar se há profissionais com o novo coronavírus. Os testes rápidos são feitos por meio da captura de antígeno (TRAg), e apresentam resultado em cerca de 15 minutos. A precisão é de mais de 90%, segundo informações da prefeitura.

De acordo com o secretário de Saúde do município, Alex Wingler, os trabalhadores do comércio foram escolhidos porque são profissionais que lidam com muitas pessoas durante o dia.

“Começamos pelo comércio porque eles têm contato com muitas pessoas diariamente, não só dentro do trabalho, mas também no transporte. E o bom de testar agora, é que se alguém tiver com o vírus, descobrimos nos primeiros dias. Isolando e tratando, a gente ajuda a quebrar o ciclo da doença”, explicou o secretário.

Segundo a prefeitura, o objetivo é ajudar no mapeamento da doença e possibilitar a interrupção da cadeia de transmissão do vírus, a partir do isolamento domiciliar de quem testa positivo
Cachoeiro começa a testar 3 mil trabalhadores do comércio. Crédito: Diego Gomes/TV Gazeta Sul

A Rhuanna Venial é comerciante e foi uma das primeiras a fazer o teste nesta segunda (3). O resultado deu negativo. “Graças a Deus. Agora é voltar a trabalhar com lojas abertas. Eu achei essa iniciativa muito importante porque o teste em massa no comércio vai ajudar”, disse.

Segundo a prefeitura, o objetivo é ampliar o acesso gratuito aos testes de Covid-19, o que ajuda no mapeamento da doença e possibilita a interrupção da cadeia de transmissão do vírus, a partir do isolamento domiciliar de quem testar positivo.

Os testes estão sendo feitos em profissionais que já foram cadastrados e continuarão sendo realizados nesta terça-feira (4) e na sexta-feira (7), pela manhã, na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, com suporte do Ônibus da Saúde.

Segundo a prefeitura, o objetivo é ajudar no mapeamento da doença e possibilitar a interrupção da cadeia de transmissão do vírus, a partir do isolamento domiciliar de quem testa positivo
Cachoeiro começa a testar 3 mil trabalhadores do comércio. Crédito: Diego Gomes/TV Gazeta Sul

COMO É FEITO O TESTE

Os testes de captura de antígeno são feitos a partir da coleta de material pela garganta ou nariz (swab), mas, diferentemente do exame RT-PCR, que utiliza o mesmo procedimento e pode levar mais de uma semana para obtenção do resultado, apresentam o diagnóstico em 15 minutos. 

Com informações de Maíra Brito/TV Gazeta Sul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.