ASSINE

Gil do Vigor relata ofensas por ser gay e diz que vai processar homofóbicos

Ex-BBB não quer que preconceito passe impune

Publicado em 30/06/2021 às 16h21
O ex-BBB Gil do Vigor
O ex-BBB Gil do Vigor. Crédito: Instagram/@gildovigor

Ex-participante do Big Brother Brasil 21 e mais novo contratado da Globo, Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, 29, revelou sofrer com ofensas na internet por ser gay. Agora, ele conta que não quer que o preconceito fique impune.

"Para aqueles que falaram no Instagram que 'bicha escandalosa não pode ser ministro', um recado: eu estou indo ao PhD na Califórnia, vou me dedicar 100% e vocês vão me engolir no topo. Não gostar de mim, ok, mas usar de homofobia para me ofender, não", começou ele.

Na sequência, disse que pretende entrar na Justiça caso seja preciso. "Vou começar a processar esses lindinhos. Meu amor, segure seu dedinho antes de destilar seu preconceito porque homofobia é crime", disparou.

Na sequência, Gil disse em outro comentário que não deixaria se abater embora as mensagens machucassem.

Este vídeo pode te interessar

Atualmente, Gil também colhe os frutos da venda de seu livro e se emocionou ao receber o primeiro exemplar da obra "Tem que Vigorar", lançado pela Editora Globo.

O livro do ex-participante do reality tem 128 páginas e traz a sua história de vida com depoimentos de sua mãe, Jacira Santana, e de famosos como Xuxa e Deborah Secco. Ele já teve 5.000 cópias vendidas na pré-venda, segundo a Globo Livros.

Alguns dias antes, Gil havia participado de uma campanha com Lucas Penteado em homenagem ao mês do Orgulho LGBTQIA+. A dupla, que trocou o primeiro beijo entre dois homens da história do BBB (Globo), foi chamada pelas Casas Bahia para falar sobre amor sem preconceitos.

A informação inicial era de que a campanha seria de Dia dos Namorados, o que acabou causando algum estranhamento. Fãs do economista não gostaram de vê-lo com o ex-affair.

Isso porque, de acordo com parte de seus seguidores, Lucas não puxava mutirões para ajudá-lo a ficar no reality show e costumava declarar que sua preferida para vencer era Juliette.

A Gazeta integra o

Saiba mais
LGBTQIA+ Famosos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.