ASSINE

Shows e eventos no ES serão liberados com capacidade total no risco muito baixo

Casagrande anunciou que as regiões que alcançarem o nível de risco muito baixo, a partir de novembro, poderão ter eventos sem restrição de público. No entanto, será preciso apresentar o passaporte da vacina

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 06/10/2021 às 19h13
Cafe de La Musique traz festa temáticqa com DJs de diferentes estados.
Eventos grandes, como o Cafe de La Musique, poderão ter bandeira verde para funcionamento no verão. Crédito: Alisson Demetrio/Divulgação

O verão de 2022 no Espírito Santo está garantido no quesito eventos. Segundo anunciou o governador Renato Casagrande, a partir do dia 8 de novembro, uma nova metodologia do Mapa de Risco estará em vigor.

Nela, regiões classificadas na recém-criada modalidade de risco muito baixo - definida pela cor azul no mapa -, poderão ter eventos com a ocupação total do espaço que é determinada pelo Corpo Bombeiros.

O público, no entanto, vai precisar comprovar estar imunizado contra a Covid-19 apresentando o passaporte da vacina.

"A região que alcançar risco muito baixo e a cidade que tiver um ponto livre de testagem das pessoas, poderão realizar eventos com a ocupação que o Corpo de Bombeiro definiu. Se o local comportar 10 mil pessoas, você poderá receber 10 mil pessoas", disse o governador nesta quarta-feira (6).

COMO ALCANÇA ESTA CATEGORIA?

Segundo Casagrande, para alcançarem o nível de risco muito baixo, as regiões terão que alcançar metas de vacinação. "Para uma região alcançar o risco muito baixo, 80% da população acima dos 18 anos precisa estar vacinada com as duas doses, 90% da população dos adolescentes precisa ter a primeira dose e 90% dos idosos precisam estar vacinados com a terceira dose", explica.

Além de alcançar estes percentuais de metas de vacinação, os municípios destas regiões têm que ter um ponto de testagem livre para quem quiser fazer o seu exame contra Covid, até para quem não tem sintomas, assim como acontece hoje no Aeroporto de Vitória, na rodoviária e em outros locais.

O Espírito Santo conta com 10 microrregiões: Caparaó, Central Sul, Centro-Oeste, Rio Doce, Central Serrana, Litoral Sul, Metropolitana, Nordeste, Noroeste, Sudoeste Serrana. Segundo o governador, a região que passar para a matriz de risco muito baixo não voltará para os outras modalidades, a não ser que se tenha uma nova crise sanitária.

MUDANÇA PARA RISCO BAIXO

Ao mesmo tempo, as regiões que estiverem em risco baixo (cor verde) também terão mudanças para realização de eventos abertos e fechados.

"A partir de 8 de novembro, os municípios que estiverem classificados em risco baixo, a ocupação para eventos em locais fechados poderá ser de no máximo 50% da capacidade, com limite de 1200 pessoas... Todas as pessoas vacinadas", anunciou Casagrande.

"Esse limite de hoje é de 600 pessoas, estamos avançando para 1.200 pessoas, desde que não passe da ocupação de 50%. Se um cerimonial comportar 2.500 pessoas, ele pode colocar até 1.200 pessoas", completou.

Para locais abertos também está liberado limite de 50% da sua ocupação, desde que os espectadores estejam vacinados. "Se um ambiente aberto cabe 5 mil pessoas, a partir do dia 8 de novembro, estamos permitindo uma ocupação de 2.500 pessoas. Se você tem um grande espaço de eventos que cabem 10 mil, você poderá fazer evento para até 5 mil pessoas, todas vacinadas", destaca.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.