ASSINE

Pontos turísticos do ES viram cenário em jogo de celular

Elaborado por programador e desenvolvedor de Vitória, o jogo MaratonES está disponível nas versões para Android e Apple

Vitória
Publicado em 28/05/2021 às 09h36
MaratonES: jogo de celular sobre turismo do ES chega à App Store e Google Play
A Cruz do Papa aparece em percurso de personagem do jogo MaratonES. Crédito: Inside Tecnologia/Lucas Rios

As belezas do Espírito Santo foram parar até no mundo gamer. Pontos turísticos presentes no trajeto dos Passos de Anchieta, tradicional rota religiosa do Espírito Santo, são cenário para as corridas de um aplicativo de jogos gratuito feito com recursos da Lei Aldir Blanc.  Desenvolvido por tecnólogo de empresa capixaba, a plataforma mostra da Cruz do Papa, em Vitória, às praias do litoral Sul do Estado.

No, MaratonES, o jogador é um corredor que passa por diferentes paisagens e sobreviva se desvincilhando dos obstáculos. Até ônibus do Transcol é um dos empecilhos que o personagem tem que desviar. 

“A dinâmica do jogo é divida em fases, em que o usuário vai passando. Em cada uma delas, um cenário que faz parte do trajeto dos Passos de Anchieta é usado para ilustrar a tela e o avatar, no game, fica correndo e tem que desviar de obstáculos”, explica Lucas Rios, programador e desenvolvedor do game.

Com 25 anos, Lucas explica que a empresa quis trabalhar com ideias de jogos mais ligados ao entretenimento. "Geralmente fazemos mais jogos para treinamentos. E aí pensei nos Passos de Anchieta, algo que remete à nossa cultura", começa.

“A gente decidiu apostar em um jogo mais ligado ao entretenimento para diversificar. E foi legal trabalhar no desenvolvimento desse jogo. Deu para ter liberdade, você trabalha se divertindo. E a ideia foi mesmo mostrar um pouco do turismo capixaba por meio de uma plataforma que pode ser acessada por qualquer um em qualquer lugar”, fala ele, que demorou cerca de três meses e meio para executar o projeto digital.

Para completar a programação do jogo, Lucas estudou um pouco das características visuais de cada ponto turístico que iria retratar para montar um cenário padrão, mas que respeitasse a própria particularidade. Convento da Penha, Farol Santa Luzia, Praça do Papa e Barra do Jucu são algumas das belezas do Estado que foram retratadas. “A gente estudou com livros da cultura capixaba, da cultura da Barra do Jucu, dos Passos de Anchieta, para se basear um pouco no que já existe sobre os temas no sentido da estética”, corrobora.

GAMES NO ES

Segundo Lucas, no Espírito Santo, não há muitas empresas que se dediquem, exclusivamente, à elaboração de jogos. As que existem, focam em games chamados para treinamentos, os serious games. Em tradução livre, quer dizer que esse tipo de plataforma é “séria”, mais usada em ambientes corporativos. 

“Entrar nessa área é um pouco difícil, sim. E o desenvolvimento de jogos requer disciplina, é algo trabalhoso, mas dá para fazer (risos). Comecei nesses trabalho em 2018, mais ou menos, enquanto ainda estava na graduação de tecnólogo em Jogos Digitais, em Vitória, e sempre fui apaixonado por esse universo”, diz.

Mas há quem se aventure em produzir jogos de entretenimento e tem conseguido bons resultados. A mais recente é a Mito Games, empresa capixaba especializada em jogos digitais, que lançou o game War Dogs nas plataformas Playstation, X-box, Nintendo Switch e Steam. A publicação do jogo é uma parceria da Mito com a publisher Qubyte e a marca de roupas e acessórios para esportes radicais Rednose, fortalecendo o mercado capixaba de produção de games.

Ela também foi responsável pelo sucesso ENEM GAME, jogo de perguntas e respostas que auxilia os vestibulandos a aprender de forma descomplicada e divertida. O jogo tem mais de 100.000 instalações na Play Store.

O Divirta-se, inclusive, já fez uma lista de 10 jogos capixabas para se curtir.  "Tem muita gente boa no desenvolvimento de softwares, na área de tecnologia", disse Marcel Stein, desenvolvedor de jogos como "AntBuster", em entrevista ao Divirta-se, em maio de 2020.

“Quando você ama jogar, acaba tendo a vontade de criar. E minha maior influência é o fato de eu, desde pequeno, gostar de jogos, de Nintendo, de tecnologia... Aos poucos você vai querendo aprender a como fazer aquilo”, termina.

Espírito Santo Turismo no ES Turismo Turismo Turismo capixaba capixaba espírito santo Games

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.