ASSINE

Mostra de Dança ES leva 120 trabalhos de seis Estados para a internet

Evento acontece de 9 a 11 de abril, no YouTube, com avaliações técnicas das apresentações realizadas pelas 18 escolas de dança do Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 08/04/2021 às 10h04
Registro de apresentação da Escola Criadança
Registro de apresentação da Escola Criadança. Crédito: Daniele Duarte

Escolas de dança do Espírito Santo e mais cinco Estados - Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul - estão tendo a oportunidade de serem avaliadas por profissionais renomados da área, como Bruna Lorenzetti e Carla Martins. De 9 a 11 de abril, o Studium de Danças Korpus, de Guarapari, realiza a “Mostra de Dança ES”, que terá seus vídeos exibidos no canal no YouTube da escola.

Com cerca de 120 trabalhos inscritos, o evento digital visa dar destaque aos talentos das modalidades ballet clássico; ballet clássico de repertório; dança contemporânea; jazz; sapateado; danças urbanas; e estilo livre. As escolas ganham em avaliações técnicas e divulgação dos trabalhos, enquanto o público ganha entretenimento de qualidade nesta pandemia.

"É uma proposta diferente. Não é uma mostra de dança competitiva, é uma mostra somente comentada. Não tem nota para os trabalhos, mas tem um parecer técnico e isso atraiu bastante as escolas. Não tem prêmio, é mesmo uma troca de saberes", explica Viviani Lima, diretora do Korpus. A também organizadora do projeto comenta que está bastante entusiasmada para o evento.

Promovido com recursos da Lei Aldir Blanc e apoio do Núcleo Arte & Dança e POMAR Cultural, a exibição conta com a participação de dezoito escolas de dança, entre elas a Cridança; Bale da Ilha; Reverence Studio de Dança; e Monique Vieira Estação de Dança. As escolas enviaram vídeos com suas apresentações até o dia 1º de março, os quais serão exibidos em transmissões que ocorrerão às 19h, no sábado (10) e no domingo (11). Os trabalhos enviados estão divididos nas categorias: infantil (6 a 10 anos); juvenil (11 a 15 anos); avançado (acima de 16 anos) e sênior (adultos iniciantes/ intermediários acima de 18 anos).

Já o corpo de jurados é composto por quatro profissionais da área. Bruna Lorrenzetti é bailarina formada na primeira turma do Ballet Bolshoi no Brasil, além de professora e frequente avaliadora de mostras mundo afora; Caio Nunes é curador do Festival de Dança de Joinville, além de atuante na TV; Carla Martins é coreografa da Globo e professora de duas escolas no Rio de Janeiro; e Ugo Alexandre é pioneiro das danças urbanas no Rio de Janeiro.

"Esses jurados vêm de histórias bem diferentes um do outro. Muitas escolas aqui no Espírito Santo nunca tiveram muito acesso à essas coisas. Por exemplo, o Caio Nunes está direto na Globo, envolvido com os artistas, com produção de show, com coisas assim. Então, é uma pessoa que tem um conhecimento técnico, uma vivência da dança que nenhum outro diretor de escola do Estado teve”, comenta Viviani.

De acordo com Viviani, o parecer técnico será feito nos dias da exibição da mostra. Os jurados enviarão suas avaliações por áudio diretamente para os representantes das escolas participantes, sendo assim, a avaliação não será pública.

ABERTURA

Para completar o evento, a diretora informa que a mostra também vai contar com apresentações de companhias de dança profissionais do Espírito Santo durante sua abertura, como o Grupo Impacto; In Pares Cia de Dança; Grupo Vix; Grupo Êxtase; e Grupo Folclórico Bergfreunde. “É uma forma de estar incluindo os grupos profissionais nessa mostra”, detalha.

“É um momento muito desafiador que todo mundo está passando, especialmente a dança, que tem muito essa coisa do contato, a gente precisa dele para ensinar, para corrigir. Tivemos que nos redescobrir fazendo tudo on-line. Então, essa troca de conhecimento, de experiências, enriquece muito nesse momento”, alega Lima sobre o contexto da pandemia.

BATE-PAPO ENTRE JURADOS, DIRETORES E COREÓGRAFOS

A diretora do Studium Korpus explica que o primeiro dia será reservado para um bate-papo com os diretores e coreógrafos participantes da mostra. Nele, professores e alunos poderão tirar dúvidas com os jurados e trocar experiências. O contato será on-line, via Google Meet, não sendo aberto para o público.

"O bate-papo vai ser em torno de técnicas dentro da sala, as competições, o mundo da dança, formação acadêmica, concepção coreográfica. Vai ser uma coisa mais ampla”, pontua Lima.

Vale lembrar que a Mostra de Dança ES é realizada com recursos da Lei Aldir Blanc a partir da Secretaria de Estado de Cultura.

  • MOSTRA DE DANÇA ES
  • As transmissões irão ocorrem no canal no YouTube do Studium de Danças Korpus

  • Dia 09/04, às 20h
  • Bate-papo exclusivo para diretos e coreógrafos participantes  

  • Dia 10/04, às 19h
  • Ballet Clássico 
  • Sapateado
  • Danças Urbanas
  • Estilo Livre

  • Dia 11/04, às 19h
  • JAZZ
  • Contemporâneo 
  • Ballet De Repertório
Cultura Espírito Santo Fique bem espírito santo youtube Arte Pandemia Lei Aldir Blanc

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.