ASSINE

Governo do ES anuncia R$ 5 milhões para restauração de 4 patrimônios tombados

Os imóveis ficam em Fundão,  Cachoeiro, Muqui e Castelo. Reforma contempla desde pinturas a prevenção e combate a incêndio e pânico

Vitória
Publicado em 14/10/2021 às 12h40
Casa da Cultura em Fundão
Casa da Cultura em Fundão. Crédito: Assessoria/Secult

Símbolos da história capixaba serão reformados e restaurados em um investimento de R$5 milhões, anunciado pelo governador Renato Casagrande, nesta quarta-feira (13). As obras abrangem a Casa da Cultura, em Fundão, o Palácio Bernadino Monteiro, em Cachoeiro, a sede da Prefeitura Municipal, em Muqui, e a Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha, em Castelo.

A restauração dos imóveis contempla várias etapas, entre elas: pinturas, elementos fundamentais da edificação, como cobertura, esquadrias e pisos, além da atualização das infraestruturas elétrica, hidrossanitária e de prevenção e combate a incêndio e pânico.

Os quatro imóveis tombados pelo Conselho Estadual de Cultura são considerados patrimônio histórico cultural, sendo elementos fundamentais da cultura local. O restauro desses espaços visa a ampliação de ações de preservação de sítios e locais de importância histórica, arqueológica, ecológica, paisagística e simbólica para a sociedade capixaba.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha, em Castelo

A Igreja Nossa Senhora da Penha, localizada no centro de Castelo, sul do Espírito Santo, tornou-se patrimônio cultural, sendo tombado pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC), em 1998.

O valor da restauração é de cerca de R$ 356 mil, com previsão de entrega para dezembro de 2022.

Sede da Prefeitura Municipal, em Muqui

Inaugurado no ano de 1939, a sede da Prefeitura de Muqui é um importante prédio do patrimônio histórico do município. O projeto propõe a restauração e recuperação do bem tombado visando à valorização e preservação da cultura local.

A finalização das obras está prevista para dezembro de 2022. O valor do convênio é de R$ 1.305.836,89.

Palácio Bernardino Monteiro, em Cachoeiro de Itapemirim

O Palácio Bernardino Monteiro, sede da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, ganhará uma reforma completa em todo seu espaço. O projeto propõe a restauração e recuperação do bem tombado, além disso, busca torná-lo um espaço multifuncional propiciando o encontro de pessoas, desenvolvimento de atividades e eventos culturais.

A previsão é que a obra seja realizada entre outubro de 2021 e outubro de 2023, com um investimento de R$ 2.266.810,21.

Casa Agostini, em Fundão

Erguido em 1882, a Casa de Cultura Doutor Mauro Mattos Pereira, mais conhecida como Casa Agostini, pertence à Prefeitura Municipal de Fundão e abriga atualmente a Casa de Cultura e a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte do município.

A última restauração que o local passou se deu em 1986, quando foram feitas adaptações para abrigar a Casa da Cultura. As obras vão custar cerca de R$ 984.121,00 para realizar toda a restauração do local.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.