Galeria Homero Massena lança catálogo do projeto Fórum da Imagem

Além de disponibilizar o catálogo em formato físico e digital, a galeria trará o lançamento estendido em formato presencial – aberto de 25 de janeiro a 13 março – contando também com uma instalação com projeção de imagens, vídeos e outros materiais

Vitória
Publicado em 19/01/2021 às 14h53
Fotografia
Fotografia "Proteção", de Gabi Farys (RS), obra que integra o projeto "Fórum da Imagem". Crédito: Gabi Faryas/ Diculgação

A Galeria Homero Massena, em Vitória, lança o catálogo do projeto “Fórum da Imagem” no dia 25 de janeiro. O projeto de longa duração, iniciado em junho de 2020, tem como foco a crítica textual e imagética a partir da discussão do papel da arte no contexto do distanciamento social. Além de disponibilizar o catálogo em formato físico e digital, a galeria trará o lançamento estendido em formato presencial, que ficará aberto do dia 25 de janeiro até 13 março, contando também com uma instalação com projeção de imagens, vídeos e outros materiais apresentados durante o projeto. 

Os vídeos que irão compor a instalação englobam filmagens dos artistas falando sobre o seu processo de criação, além de produções audiovisuais mais experimentais. O lançamento estendido também contará com uma espécie de jogo desenvolvido com o material educativo da iniciativa, segundo explica o diretor da galeria, Nicolas Soares.

A publicação traz o conteúdo das ações virtuais realizadas entre agosto e dezembro de 2020. No total, ela reúne o trabalho de cerca de 40 artistas, 70 imagens, cinco textos críticos e textos curatoriais, além do material educativo.

Para os interessados em obter o catálogo físico, ele pode ser adquirido de forma gratuita na Galeria Homero Massena, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16 horas. As visitas, também seguirão as medidas sanitárias obrigatórias, presentes na Portaria nº 100-R, da Secretaria da Saúde (Sesa). Quanto ao catálogo digital, este será disponibilizado, em breve, no site da Galeria e do projeto, embora ainda não tenha data de saída determinada. 

“A galeria se reorganizou neste período de distanciamento social e restrições ao atendimento presencial do público, entendendo a Arte como principal articuladora das manifestações da vida. De que forma responder, então, ao contexto em que nos encontramos? Estamos na elaboração constante de nos reorientar institucionalmente no espaço virtual, propondo este mais ativo e propositivo. O Fórum da Imagem é um dos projetos que tenta se expandir do espaço físico e dos modos já conhecidos de exposição, desenvolvidos aqui na Homero Massena. A partir de então, estaremos sempre negociando entre esses dispositivos e suas potências”, pontua Nicolas Soares, também responsável pelo projeto curatorial do Fórum. 

Ele adianta que a partir do entendimento da potência do ambiente virtual, novos projetos da galeria devem ganhar versões digitais mesmo após o período da pandemia do novo coronavírus. De acordo com Soares, o próprio projeto "Fórum da Imagem" está com previsão de continuidade para o segundo semestre de 2021, ganhando um novo debate como foco.

O FÓRUM DA IMAGEM

Em 2020, a Galeria Homero Massena propôs seu primeiro Fórum da Imagem, que faz parte do Programa de Pesquisa Formação, iniciado em 2019. O objetivo foi promover o debate sobre a “construção de imagens urgentes - por que produzimos imagens?”. A proposta se orientou em um projeto de formação e difusão a partir da urgência deste período de isolamento social, como também da preocupação de se entender o papel da imagem na Arte e na Cultura, direcionado pelo debate sobre sua excessiva produção na atualidade e seu auge no período que regulamenta o estado de emergência em saúde pública. 

A primeira etapa do projeto abriu chamada pública para submissão de artigos e textos críticos de artistas e pesquisadores – entre eles, cinco foram selecionados – que podem ser acessados também na página do Fórum da Imagem da Galeria Homero Massena. Deste ponto, serviram como disparadores da segunda etapa de chamada pública para o recebimento de imagens.

A curadoria, assim, se dividiu em cinco eixos referentes aos textos já apresentados, e trouxeram reflexões imagéticas de 38 artistas sobre as relações com o tempo;  a cidade; a casa e o cotidiano; a paisagem; as memórias; e o corpo.

O projeto aconteceu inteiramente on-line, tendo sido transmitido nas plataformas digitais da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e da Galeria Homero Massena. As “Leituras Comentadas” dos textos e as “Leituras de Imagens” foram algumas das propostas em que se analisaram e debateram os materiais que compõem o Fórum, esses materiais ainda podem ser acessadas através do site do projeto. 

REGRAS PARA A VISITAÇÃO EM GRUPOS 

Para a visitação da Galeria Homero Massena o uso de máscaras é obrigatório. Os grupos atendidos serão de até cinco pessoas por vez, sendo recepcionados pelos educadores que atuam no espaço. Além disso, álcool em gel para higienização das mãos estará disponível para todos os visitantes. Grupos de pessoas interessadas em visitar o local podem agendar através do telefone (27) 3132-8395.

Vale lembrar que a galeria estará em funcionamento das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira. No entanto, estes horários podem ser redefinidos de acordo com decreto que normatiza as medidas sanitárias obrigatórias.

LANÇAMENTO ESTENDIDO DO CATÁLOGO DO PROJETO FÓRUM DA IMAGEM

  • Data: De 25 de janeiro até 13 de março
  • Horário: 10h às 16h, de segunda a sexta-feira.
  • Local: Galeria Homero Massena, Rua Pedro Palácios, n. 99 – Cidade Alta. Centro de Vitória
  • Informações: (27) 3132-8395.
  • Entrada gratuita

Com informações da Secult ES

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.