ASSINE

ES decide na sexta-feira sobre a liberação de shows para 600 pessoas

Em entrevista à CBN Vitória, o governador Renato Casagrande disse que flexibilização dependerá da situação sanitária do Estado. Havendo liberação, carteira de vacinação deve ser exigida

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/08/2021 às 18h20
Setor de eventos afirma que, por conta da pandemia, o ES perdeu cerca de 10 mil postos de trabalho
Decisão para a liberação de 600 pessoas em eventos culturais, incluindo shows, deve acontecer na sexta-feira (27). Crédito: Pixabay

O governador Renato Casagrande afirmou na tarde desta quarta-feira (25), em entrevista à CBN Vitória, que está sendo avaliada a possibilidade de liberação de eventos culturais, incluindo shows, para até 600 pessoas a partir de setembro, sem precisar uma data.  O martelo será batido na próxima sexta-feira (27), após uma reunião na chamada Sala de Avaliação, montada pelo governo Estadual para tomar as decisões relacionadas ao novo coronavírus

Durante a entrevista, Casagrande ressaltou que, no novo formato de evento, os participantes precisariam mostrar uma carteira com o comprovante de vacinação contra a Covid-19, mas não especificou se seria com uma ou duas doses. Atualmente, eventos culturais estão permitidos para até 300 pessoas, sem a necessidade de comprovação da imunização.

"Estamos dando um passo de cada vez. Em agosto, liberamos eventos sociais para até 600 pessoas, desde que seja apresentado a carteira de vacinação ou um teste (de Covid-19). Existe uma demanda para dar um passo e autorizar shows, sem pistas de dança, com até 600 pessoas. Vamos dando um passo de cada vez. Se me perguntarem se em dezembro ou janeiro poderá haver grandes shows no Estado, é muito prematuro dizer ainda, mesmo vendo com otimismo a nossa realidade (em relação à Covid-19)", adiantou o governador.

Casagrande declarou que a situação sanitária do Rio de Janeiro, em que a variante delta passou a contagiar mais pessoas levando a uma ocupação maior de leitos, é um alerta para termos mais cuidados em relação à flexibilização das atividades. Hoje, o Espírito Santo conta com uma média diária de 481 casos em 14 dias e uma ocupação de leitos de UTI em 18,49%, já contando com a ampliação máxima de 1,098 mil leitos disponíveis, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Renato Casagrande

Governador do Espírito Santo

"Queremos flexibilizar um pouco mais em setembro e, na sexta-feira, vamos fazer uma avaliação. Será sempre um passo seguro, para protegermos a vida das pessoas. O que está sendo avaliado é autorizar também shows, que hoje são permitidos até 300 pessoas, com quem já tenha recebido a vacina"

"O número de pessoas deve ser controlado nos espaços, ainda sem a permissão de uma confraternização e uma interação mais fortes. Serão shows de uma forma mais organizada. Se os indicadores permitirem, damos esse passo. Caso contrário, adiamos um pouco mais essa decisão", complementou. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.