> >
Em 'prévia' do Oscar, 'Três Anúncios Para um Crime' se dá bem

Em 'prévia' do Oscar, "Três Anúncios Para um Crime" se dá bem

SAG, prêmio do sindicato dos atores, confirma maioria das premiações do Globo de Ouro e esquenta corrida para o Oscar

Publicado em 22 de janeiro de 2018 às 15:09

Ícone - Tempo de Leitura 0min de leitura

"Três anúncios para um crime", de Martin McDonagh, saiu como o principal ganhador do SAG Awards, o prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood, na noite de domingo, em uma cerimônia em que as mulheres foram as protagonistas.

Também premiado no Globo de Ouro, o filme de McDonagh se confirma entre os favoritos ao Oscar, ao lado de "A forma da água", de Guillermo del Toro.

Frances McDormand, a protagonista do longa-metragem, ficou com a estatueta de melhor atriz, também repetindo o Globo de Ouro. Gary Oldman também repetiu a premiação de melhor ator com o papel de Winston Churchill em "O destino de uma nação".

TERMÔMETRO DO OSCAR

O SAG é considerado um bom termômetro do Oscar, pois cerca de 1.200 de seus membros estão entra os 6 mil da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Os indicados aos Oscar 2018 serão anunciados nesta terça-feira.

Ao palco do auditório Shrine, em Los Angeles, subiram neste domingo apenas mulheres para entregar os prêmios, também em apoio ao "Time's up", que pretende financiar a defesa de vítimas de agressões sexuais, e a campanha #MeToo, que reuniu milhares de relatos de assédio sexual sofridos por mulheres anônimas.

Sam Rockwell, também de "Três anúncios para um crime", levou o prêmio de melhor ator coadjuvante. Em seu discurso, rendeu homenagem ao movimento "Time's up", criado por mulheres de Hollywood após os escândalos de assédio envolvendo Harvey Weinstein.

"A todas as mulheres nesta sala que pretendem acertar as coisas. Era preciso há muito tempo", disse.

Na televisão, o drama "This is us" ganhou o prêmio de melhor elenco e Sterling K. Brown, o de melhor ator dramático. Questionado pela AFP sobre o "Time's up", Brown disse que "sempre é responsabilidade da maioría se colocar no lugar das minorias".

"Pois no geral são os negros que precisam saber viver num mundo branco, os homossexuais que devem saber viver num mundo hetero, assim como o 'Time's up' me fez pensar em coisas que ainda não havia percebido sobre os privilégios dos homens", refletiu o ator, também premiado no Globo de Ouro pelo papel.

Nicole Kidman recebeu a estatueta de melhor atriz dramática pela minissérie "Big Little Lies", na qual interpreta uma mulher vítima de violência conjugal. Alexander Skarsgard, o marido violento na série, também foi premiado.

"Isso é incrivelmente significativo para mim neste momento de minha carreira e com tudo o que está acontecendo em nossa indústria", declarou a atriz australiana. Ela instigou produtores a investirem em projetos que contem histórias femininas.

Ainda na televisão, a consagrada "Veep" foi considerada a melhor série de comédia, com sua protagonista Julia Louis-Dreyfus escolhida melhor atriz. William H. Macy ganhou o prêmio de melhor ator de comédia por "Shameless". Confira abaixo a lista dos premiados:

CINEMA

Melhor elenco: "Três anúncios para um crime"

Melhor atriz principal: Frances McDormand, "Três anúncios para um crime"

Melhor ator principal: Gary Oldman, "O destino de uma nação"

Melhor atriz coadjuvante: Allison Janney, "Eu, Tonya"

Melhor ator coadjuvante: Sam Rockwell, "Três anúncios para um crime"

Melhor equipe de dublês: "Mulher-Maravilha" -

TELEVISÃO

Melhor elenco dramático: "This is us"

Melhor atriz dramática: Claire Foy, "The Crown"

Melhor ator dramático: Sterling K. Brown, "This is us"

Melhor elenco de comédia: "Veep"

Melhor atriz de comédia: Julia Louis-Dreyfus, "Veep"

Melhor ator de comédia: William H. Macy, "Shameless"

Melhor atriz de telefilme, ou minissérie: Nicole Kidman, "Big Little Lies"

Melhor ator de telefilme, ou minissérie: AlexanderSkarsgard, "Big Little Lies"

Este vídeo pode te interessar

Melhor equipe de dublês: "Game of Thrones"

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais