ASSINE

Documentários lembram os atentados de 11 de setembro

Programação na TV e no streaming é encabeçada pela produção "Come From Away", musical que estreia na Apple TV+

Publicado em 10/09/2021 às 13h56
Cena do documentário
Cena do documentário "Ponto de Virada: 11/9 e a Guerra contra o Terror", da Netflix. Crédito: Netflix

A leveza de Come From Away é uma exceção no tributo aos 20 anos dos ataques terroristas de 11 de setembro, em Nova York (EUA). O musical estreia nesta sexta-feira (10), na  Apple TV+, como uma versão filmada ao vivo do espetáculo da Broadway, tendo como plateia sobreviventes do ataque e trabalhadores da linha de frente contra a Covid-19. Mas a maioria dos canais e plataformas de streaming apostou mesmo nos documentários para lembrar a data.

Só o History, que já produziu mais de 70 horas de programação sobre o tema nessas duas décadas, vem com cinco novidades. Nesta sexta-feira (10), às 20h15 e às 22h, respectivamente, o canal exibe "11/9: Teorias da Conspiração" e "11/9: Os Quatro Voos Fatais". No sábado (11), às 19h45, passa "11/9: Ataque ao Pentágono". Às 20h40, é a vez de "World Trade Center: Antes e Depois da Queda". E, às 22h20, o History apresenta "Caçada a Bin Laden: A Missão Revelada", que teve acesso aos arquivos do Museu do 11 de Setembro e conta com entrevistas de Barack Obama e Hillary Clinton.

"Vivemos em um mundo em que as teorias da conspiração surgem cada vez com mais frequência, seja sobre o 11 de Setembro ou a covid", disse Clifford Chanin, vice-presidente executivo do Museu do 11 de Setembro e produtor deste último programa, em entrevista por videoconferência. "Então cabe a todos nós contar as histórias de forma correta para realmente mostrar o que aconteceu, especialmente aos jovens."

O Apple TV+ reconstrói praticamente passo a passo as reações do governo ao atentado em "11 de Setembro: No Gabinete de Crise do Presidente", de Adam Wishart, que entrevistou George W. Bush e seus assessores mais próximos.

A Netflix apresenta "Ponto de Virada: 11/9 e a Guerra contra o Terror", que volta ao início da Al-Qaeda nos anos 1980, fala dos ataques e da consequente guerra ao terror, em cinco capítulos. O serviço de streaming também lançou "Quanto Vale?", um drama com Michael Keaton no papel de um advogado que luta pelas vítimas.

A série "Retratos de uma Guerra Sem Fim", que estará disponível a partir deste sábado (11) no Globoplay, com exibição do primeiro episódio no domingo (12), às 23h, na GloboNews, traz uma perspectiva brasileira. O repórter Marcos Uchôa, que fez coberturas no Paquistão, Iraque, Irã, na Síria e no Líbano, mostra as consequências do atentado às Torres Gêmeas e ao Pentágono em quatro episódios.

Marcos Uchôa no documentário
Marcos Uchôa no documentário "Retratos de uma Guerra Sem Fim". Nos 20 anos do 11 de setembro, série documental original Globoplay mostra o impacto mundial dos atentados. Crédito: Globo/Divulgação

Para Richard Eichen, um dos únicos sobreviventes do 90.º andar da Torre Norte, que dá seu depoimento em "World Trade Center: Antes e Depois da Queda", falar do assunto é fundamental, por mais que seja dolorido. "É muito difícil compreender um evento ainda tão recente de uma perspectiva completa. Creio que quanto mais dados coletarmos hoje, mais os historiadores do futuro vão poder chegar a melhores conclusões."

*As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Netflix 11 de Setembro Televisão Globoplay Streaming

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.