ASSINE

Desenhista do ES usa o dom para incentivar o empoderamento feminino

Rayck Dias, artista de Vila Velha, compartilha suas obras no Instagram e divide o tempo dos desenhos com o trabalho que o sustenta. Mas quer ser reconhecido e poder se dedicar mais à habilidade artística

Vitória
Publicado em 12/05/2021 às 02h00
Rayck Dias, desenhista de Vila Velha, faz sucesso com mensagens divertidas para mulheres na web
Rayck Dias, desenhista de Vila Velha, faz sucesso com mensagens divertidas para mulheres na web. Crédito: Reprodução/Instagram @rayckdias_

Com mensagens motivacionais, o designer Rayck Dias vem exibindo o seu talento para o desenho e ganhando as redes sociais. Mensagens como "mostre ao sol como se brilha"; "o segredo é se permitir florescer"; e até a bem-humrada "não me traga problemas, me traga lanches", aparecem junto aos desenhos do jovem de 27 anos e incentivam o empoderamento feminino. 

Morador de Vila Velha, Rayck começou há algum tempo a compartilhar a própria arte na internet e ganhar seguidores, receber elogios e até ter encomendas ligadas à sua habilidade. "Penso em investir nisso e, de repente, abrir um espaço físico para expor meus desenhos e comercializar o trabalho a um preço justo para mim e para o comprador. Estou tentando ser reconhecido pelo meu trabalho e poder crescer, ajudar minha família... Por isso estou sempre pensando em projetos diferentes com os desenhos", fala ele, que é natural de Itabaiana, localidade de Mucurici, no Norte do Estado, e trabalha numa operadora de internet.

Foi pensando em diversificar, inclusive, que veio a ideia de voltar as energias especificamente para as mulheres há alguns meses. “Faço os desenhos com mensagens motivacionais para aumentar a autoestima das mulheres que virem os posts. E também promover a conscientização e mostrar que elas chegam, são e fazem o que quiserem. E a melhor forma que consegui fazer isso foi com os desenhos mesmo. E fico muito feliz quando vejo as pessoas compartilhando meus posts, o pessoal elogiando... É gratificante demais”, pontua.

"Recebo diversas mensagens de pessoas de vários lugares do Brasil que elogiam o meu trabalho. E essas pessoas também dão dicas de desenhos que gostariam de ver, por exemplo", complementa.

Apesar disso, na maior parte das vezes, o artista conta que a inspiração é da própria bagagem. “Às vezes é do nada. Vejo algo na internet, penso, mesclo com alguma outra coisa... Junto um desenho e pronto, acho que fica bacana. Mas sempre busco fazer coisas diferentes para chamar a atenção. Crio imagens com memes, recrio, uso citações da Bíblia e por aí vai”, explica.

Toda essa habilidade com a arte de Rayck também nasceu assim: “do nada” e da observação. Segundo o designer, seu avó era escultor e um tio acabou virando pintor. Mesmo os parentes não tendo seguido a profissão, o capixaba acabou interessado pela tema e desenvolveu, também, o dom.

"Esse dom é de família. Eu segui os passos do meu avô e do meu tio. Como eles não tinham reconhecimento, infelizmente pararam de pintar, esculpir e desenhar. Mas eu comecei a desenhar com uns 16 anos de idade e já os crio, completamente, há uns 3 anos. Também não tive reconhecimento ainda, mas estou buscando isso", conclui.

Cultura Espírito Santo Fique bem Todas Elas capixaba capixaba espírito santo Arte

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.