ASSINE

Álbum celebra Dona Ivone Lara com quatro músicas inéditas

O quarto EP da série ‘Baú da Dona Ivone’ conta com Maria Rita, Xande de Pilares, Pretinho da Serrinha, Dudu Nobre e Fundo de Quintal

Publicado em 15/04/2021 às 14h30
Atualizado em 15/04/2021 às 14h30
A sambista dona Ivone Lara
A sambista dona Ivone Lara. Crédito: Reprodução/Instagram @comunidadeencostasamba

O quarto EP da série Baú da Dona Ivone foi lançado na terça-feira, 13, no dia em completaria 99 anos do nascimento da sambista Ivone Lara (13 de abril de 1922 - 16 de abril de 2018). A cantora, também marcada pelo seu talento como compositora, deixou fragmentos de músicas que não chegaram a ser finalizadas. No novo álbum, quatro canções foram criadas a partir deste legado.

Uma das novidades é Dois corações abrindo a manhã, samba gravado por Maria Rita. Xande de Pilares gravou outra inédita, Já é hora. As outras duas são O espaço pra sonhar, interpretada pelo Fundo de Quintal com as vozes de Sereno, Junior Itaguay e Marcio Alexandre, e 15 anos após o centenário, samba com Dudu Nobre e Pretinho da Serrinha.

O principal nome por trás das novas composições é Bruno Castro, parceiro de Ivone na última fase da vida da sambista carioca.

O EP também traz pela primeira vez em disco o samba Nas escritas da vida (Ivone Lara e Bruno Castro, 2009), feito por Ivone em dueto com Gilberto Gil, e a homenagem à Ivone Lara, O silêncio da passarada, na voz da cantora Dandara Mariana.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.