ASSINE

Desigualdades se aprofundaram durante a crise da Covid-19, diz ONU

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, além da preocupação com a recuperação econômica, Guterres alertou para os riscos ambientais.

Publicado em 25/01/2021 às 14h49
Atualizado em 25/01/2021 às 14h49
O Secretário-geral da ONU Antonio Guterres
O Secretário-geral Organização das Nações Unidas, António Guterres. Crédito: Wilson Dias/Agência Brasil

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirmou, durante a versão online Fórum Econômico Mundial, chamada de Fórum Digital de Davos, que a pandemia do novo coronavírus aprofundou ainda mais as desigualdades sociais e fragilizou relações entre países.

"Vemos fragilidade e divisão na política internacional. Precisamos de uma economia global que respeite as leis internacionais", afirmou.

Além da preocupação com a recuperação econômica, Guterres alertou para os riscos ambientais, e estimulou a promoção da economia sustentável e da política de "carbono zero". "É hora de mudar o curso e tomar um caminho sustentável.Precisamos de uma recuperação sustentável, sem guerras e sem catástrofe ambiental. Precisamos acabar com comércio perverso de combustíveis fósseis", disse.

Guterres também afirmou que é necessário criar "um novo contrato social, para que pessoas vivam com dignidade".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.