Crise em Manaus faz BNDES reabrir programa de doações

De acordo com as regras do programa "Salvando Vidas", os recursos são destinados à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) e hospitalares.

Publicado em 23/01/2021 às 12h19
Atualizado em 23/01/2021 às 12h19
Imagens da chegada dos pacientes de Manaus infectados pelo coronavírus ao Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra
De acordo com as regras do Salvando Vidas, os recursos são destinados à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) e hospitalares. Crédito: Fernando Madeira

O aumento de casos de covid-19 em Manaus (AM) fez o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) retomar a captação de doações ao programa "Matchfunding Salvando Vidas", para doações acima de R$ 100 mil por pessoas jurídicas.

A cada real doado, o BNDES dobra o valor a ser entregue aos beneficiários. O programa tem a parceria das organizações Sitawi, CMB e Bionexo. Na primeira doação, na última sexta-feira, a Eletronorte viabilizou a entrega de 100 cilindros de oxigênio para quatro hospitais públicos de Manaus.

De acordo com as regras do Salvando Vidas, os recursos são destinados à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) e hospitalares. Esses equipamentos são doados a instituições de saúde filantrópicas ou públicas que estejam atuando no combate à pandemia.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.