ASSINE

Avanço tecnológico e novo conceito de atendimento em hospital do ES

Santa Rita, em Vitória, encerra o ano de 2021 e planeja 2022 com mais investimentos e inovações para atender demandas atuais na área de saúde

Tempo de leitura: 4min
  • Hospital Santa Rita

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 28/12/2021 às 16h00
Hospital Santa Rita
Equipe do Santa Rita em atividade: o hospital é pioneiro na implantação de diversos recursos de última geração. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

O ano de 2021 foi de grandes desafios mundiais, principalmente no setor hospitalar. No Hospital Santa Rita esses desafios foram intensos e levaram a novos investimentos e a um novo conceito de atendimento.

Para suprir a demanda que surgiu com a Covid-19 e oferecer maior segurança a todos, alas específicas para atendimento a pacientes com suspeita e/ou com a doença confirmada foram abertas, assim como um Pronto-Socorro exclusivo para casos de Covid e outro para atendimento às urgências e emergências gerais, cardiológicas, ortopédicas, cirúrgicas e pediátricas de pacientes sem suspeita de infecção pelo coronavírus.

Ainda em 2021 foram inaugurados o Complexo Cardioneurovascular e o Complexo de Diagnóstico Avançado, com equipamentos para tomografia com inteligência artificial. No Cardioneurovascular, o paciente conta com especialistas em cardiologia, neurologia e cirurgia vascular. Dessa forma, esclarece o cardiologista Renato Serpa, o paciente é avaliado, acompanhado e tratado de forma multiprofissional e plena em todos os momentos de sua doença no Pronto-Socorro, UTI Cardioneurovascular, Hemodinâmica, Centro Cirúrgico, apartamentos e consultórios. São especialidades afins atuando em conjunto para aumentar a eficiência e a humanização no tratamento.

“Além das intervenções já realizadas como angioplastias coronárias com stents no infarto agudo do miocárdio e abordagem do AVC, obstruções em vasos periféricos e aneurismas, o complexo também atende aos casos de cardiopatias congênitas e cardiopatias estruturais, com equipe multidisciplinar para oferecer o melhor e mais assertivo atendimento às anormalidades ou problemas nas válvulas, ou no músculo cardíaco”, pontua Renato Serpa.

Trata-se de um atendimento especializado e diferenciado que une experiência e tecnologia no tratamento das cardiopatias estruturais de forma cada vez menos invasiva e proporcionando recuperação mais precoce.

Já o Complexo de Diagnóstico Avançado é o local que reúne equipamentos de última geração e que possuem inteligência artificial para proporcionar o melhor e mais assertivo diagnóstico, agilizando a definição médica do tratamento a ser adotado.

Para o ano que se inicia, informa o diretor-geral do Santa Rita, Carlos Clayton Lobato, será inaugurado o Complexo Materno-Infantil Santa Rita. A previsão é para o primeiro semestre de 2022. Será um ambiente acolhedor, preparado para receber mães e bebês com todo conforto, tecnologia e profissionais qualificados para tornar a estada mais segura e confortável.  Já no segundo semestre está prevista a inauguração do Complexo de Medicina Nuclear Santa Rita, com a incorporação do equipamento de Pet CT mais moderno do Estado, fora os procedimentos que já são realizados na área de medicina nuclear.

No novo Complexo Materno-Infantil, acrescenta o cardiologista Renato Serpa, o atendimento aos casos de cardiopatias congênitas reunirá especialistas capacitados para diagnosticar problemas estruturais no coração do bebê ainda no útero da mãe e realizar procedimentos intervencionistas e cirurgias logo nas primeiras horas após o parto para salvar a vida do bebê. “Teremos o primeiro Complexo Materno-Infantil de referência em alta complexidade cardiológica do Espírito Santo”, reforça o médico.

Hospital Santa Rita
Referência em oncologia, o Santa Rita hoje é também um hospital geral com mais de 30 especialidades médicas. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

VOCAÇÃO NATURAL

A unidade hospitalar que nasceu com vocação natural para prestar atendimento oncológico, pois é fruto do esforço da Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc) para complementar o atendimento e o tratamento dos pacientes com câncer, hoje, além de ser referência e o maior complexo oncológico do Espírito Santo, é também um hospital geral com mais de 30 especialidades médicas.

O Santa Rita é pioneiro em avanços tecnológicos de última geração, com o primeiro Complexo de Medicina Robótica e Alta Tecnologia, onde estão o robô Da Vinci Xi (plataforma cirúrgica de última geração) e o microscópio neurocirúrgico Zeiss Kinevo 900 – Pacote Premium (o mais completo e moderno do mundo), além de ser o primeiro hospital capixaba a possuir software de inteligência artificial que auxilia a equipe médica nas avaliações de Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras importantes inovações.

Marilucia Dalla, presidente da Afecc, associação mantenedora do Santa Rita, acrescenta que o hospital se orgulha em ser uma unidade filantrópica altamente capacitada, com certificações como a ONA 3 e a Black Diamond (nível máximo da empresa 3M no processo de qualidade do Centro de Material e Esterilização), destinando mais de 70% de seu atendimento aos pacientes do SUS, único hospital habilitado, desde 2008, a realizar transplantes de medula óssea autólogo e, desde 2018, o alogênico no Espírito Santo.

Marilucia Dalla

Presidente da Afecc, associação mantenedora do Hospital Santa Rita

"Implantamos um novo conceito hospitalar, em que o paciente está sempre no centro do cuidado e com todas as ações de infraestrutura e performance das equipes planejadas com foco na humanização"

Esse novo conceito de atendimento está também voltado aos serviços de hotelaria do hospital, onde o bem-estar do paciente é a palavra-chave. O objetivo, acrescenta Marilucia, “é proporcionar a melhor experiência enquanto o paciente estiver sob os nossos cuidados.”

Para que o conforto e o bem-estar sejam garantidos ao paciente, o Hospital Santa Rita conta, inclusive, com o serviço de concierge, profissional que oferece toda a atenção necessária ao paciente desde a recepção, ajudando no processo de internação, acomodação e durante o período em que ficar sob os cuidados hospitalares. É a chamada Hospitalidade Hospitalar.

E desde o mês de setembro, os colaboradores bilíngues do hospital passaram a ter identificação para facilitar o atendimento a pacientes internacionais. Nos crachás tem a bandeirinha identificando qual ou quais idiomas o funcionário fala. Mais tranquilidade e segurança para o paciente.

DESTAQUES NO HOSPITAL SANTA RITA

  1. 01

    Impressora 3D para produção de talas ortopédicas

    No lugar do gesso ou talas tradicionais, um imobilizador feito de plástico termomoldável e biodegradável, com design inovador e produzido por impressora 3D. Essa novidade tecnológica foi adquirida pelo Santa Rita em parceria com a startup Fix it, para o desenvolvimento de peças para imobilização articular. A impressora está em uso desde o início de fevereiro de 2021. O objetivo é proporcionar ao paciente algo mais personalizado e leve para recuperar lesões ortopédicas em pessoas que necessitam de imobilização. A impressora 3D também desenvolve soluções que auxiliam, de forma geral, no procedimento de fraturas e na recuperação de casos pós-cirúrgicos.

  2. 02

    Inteligência artificial RAPID

    Disponibilizado para as equipes de neurologia, neurocirurgia, neurorradiologia diagnóstica e neurorradiologia intervencionista o software de inteligência artificial denominado RAPID permite, junto à experiência médica, uma avaliação rápida, segura e precisa das imagens feitas da área cerebral do paciente que sofreu um AVC isquêmico. O RAPID é um software que fica acoplado ao tomógrafo do hospital para que, no momento da realização do exame, o resultado seja enviado, via celular, para a equipe médica definir o tratamento no menor tempo possível.

  3. 03

    Transplante de medula óssea

    O Hospital Santa Rita é o único do Espírito Santo a realizar transplante de medula óssea autólogo e alogênico.

  4. 04

    MultifiltratePRO

    Novo equipamento para hemodiálise com técnica mais moderna existente no Brasil para realização de hemodiálise contínua em pacientes com problemas renais graves, assistidos em UTI e que não conseguem usar a hemodiálise convencional.

  5. 05

    Ablação de alta potência e curta duração (HPSD)

    Essa é a nova técnica para tratamento cardiológico, utilizada no Brasil para tratamento de fibrilação atrial, e foi desenvolvida pelo cardiologista Fabrício Vassallo, médico do corpo clínico do Hospital Santa Rita.

  6. 06

    Radioterapia de última geração

     Com previsão de chegar ao hospital em fevereiro de 2022, as tecnologias de Cone Beam Computed Tomography (CBCT), Clarity Autoscan 4D e Active Breath Coordinator (ABC) compõem o mais alto padrão de tratamento radioterápico. Tomografia e ultrassonografia combinadas em tempo real e associadas ao controle do movimento respiratório para monitoramento do posicionamento de diversos órgãos como, próstata, mama, pulmão, pâncreas e vários outros, tornará o tratamento com radioterapia mais preciso, confortável e eficaz. Com essa nova tecnologia, o Santa Rita passa a ser a única unidade hospitalar do Estado a possuir CBCT, além de controle de movimentação intrafração e respiratório. Com o CBCT, explica o médico radioterapeuta Carlos de Freitas Rebelo, será possível obter imagens tridimensionais da anatomia do paciente, segundos antes da aplicação da radiação, garantindo uma maior acurácia na irradiação do alvo tumoral poupando tecidos sadios.

  7. 07

    Pronto-Socorro com suporte avançado

      Estruturado com equipamentos de ponta, profissionais qualificados em atendimento de urgência e emergência, e suporte de um Complexo Cardioneurovascular, o Pronto-Socorro do Hospital Santa Rita é a unidade de atendimento emergencial mais completa do Espírito Santo. Além de socorristas capacitados para o atendimento emergencial, o que inclui cardiologistas e neurologistas, o PS do Santa Rita conta com o Complexo Cardioneurovascular do hospital, que reúne uma moderna estrutura voltada para o atendimento de alta complexidade dos problemas cardiológicos, neurológicos e vasculares.

  8. 08

    Centro de Formação em Cirurgia Robótica do ES

     O Santa Rita tornou-se, em agosto de 2021, o primeiro Centro de Formação em Cirurgia Robótica do Espírito Santo. Em parceria com o Instituto Falke (PR), o hospital começou a oferecer cursos de capacitação em procedimentos robóticos. Por ser um Centro de Formação, os cursos darão aos médicos o certificado de qualificação para que possam obter, junto à sua sociedade de especialidade, a habilitação necessária para realizar procedimentos robóticos, conforme exige a legislação em vigor.

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.