ASSINE

PM vai abrir 671 vagas em concurso público no ES

Do total de oportunidades, 560 serão destinadas ao cargo de soldado combatente; as demais serão distribuídas para a banda de música e Hospital da Polícia Militar

Polícia Militar reforça o patrulhamento no bairro Planalto Serrano após tiroteios entre traficantes e ameaças à jornalistas que faziam matéria sobre a onda de violência na região
Polícia Militar vai ganhar reforços de novos soldados. Crédito: Fernando Madeira

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) vai abrir concurso público com 671 vagas em breve. As contratações fazem parte da reestruturação das forças de segurança anunciada pelo governador Renato Casagrande nesta quarta-feira (11). As oportunidades serão para soldados combatentes, banda e Hospital da Polícia Militar (HPM). Ainda não há previsão de quando o edital será publicado. 

Ao todo, serão 560 postos para praças combatentes; 20 para oficiais médicos; 20 para oficiais dentistas; 5 para oficiais farmacêuticos/bioquímicos; 2 para oficiais médicos veterinários; 10 para oficiais enfermeiros; 30 para praças especialistas da saúde; 2 para oficiais músicos e 22 para praça músicos.

“Estamos avançando ano a ano quando o assunto é segurança pública, mas ainda é um desafio grande, pois muita gente perde a vida por ação de grupos criminosos e também por conta dos crimes de proximidade. Implantar uma cultura de paz é fundamental. Estamos dando um passo importante reestruturando as nossas três forças de segurança para que a gente tenha maior capacidade operacional”, afirmou o governador na ocasião.

Casagrande lembrou que um concurso para PM demora, em média, dois anos para ser concluído, sendo um ano para execução de todas as etapas do certame e um ano para formação. 

Para participar do concurso para soldado combatente e músico, é necessário que o candidato tenha os seguintes requisitos: ensino médio completo; altura mínima descalço e descoberto, de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres; carteira de habilitação na categoria B; idade entre 18 e 28 anos; entre outros requisitos. Já para a área da Saúde, a exigência é ter curso superior na área em que vai concorrer. 

No último concurso, realizado em 2018, a remuneração para o cargo de soldado foi de R$ 1.313,53 durante o período de aluno, passando para R$ 3.137,76, após a incorporação. Já para os médicos, o salário chegava a R$ 7.320,43.

Ainda não há detalhes sobre o novo concurso. Entretanto, seleções anteriores contaram com as seguintes etapas:

  • Exame intelectual (prova objetiva e discursiva)
  • Entrega de documentação para aferição de idade e pontuação de CNH
  • Teste de Avaliação Física (TAF)
  • Exame psicossomático
  • Investigação social 
  • Exames de saúde 
  • Entrega da documentação para fins de classificação
  • Classificação final e matrícula no Curso de Formação 
  • Curso de Formação 

SOBRE AS PROVAS

Para soldados e músicos, a primeira etapa do concurso deve ser composta por provas objetivas e de redação. Os inscritos terão que responder questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Noções de Informática e conhecimentos específicos. Os candidatos ao posto de músico farão ainda prova prática.

Já para os oficiais da área de saúde, além dos exames objetivos de conhecimentos gerais e específicos, haverá prova discursiva. É importante lembrar que a confirmação das etapas e o que será cobrado em provas estará disponível no edital. 

TESTE DE APTIDÃO FÍSICA

Os exercícios do Exame de Aptidão Física deverão ser:

  • Flexão na barra fixa 
  • Abdominal remador
  • Corrida: 2.800m (feminino) / 3.200m (masculino).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.