ASSINE
Árbitro capixaba com maior número de atuações nacionais e internacionais, especializado em gestão esportiva,e que atuou em dez finais do Campeonato Capixaba, além de partidas das séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro.

Uma aula de cultura e educação em jogo de futebol pela Eurocopa

O jogador O'Donnell, da Escócia, fez falta em uma disputa de bola no alto e saiu de perto do jogador alemão, que ficou caído. O árbitro espanhol Antônio Mateu Lahoz chamou a atenção do escocês e o fez voltar e levantar o adversário do chão

Publicado em 21/06/2021 às 06h22
 partida entre Inglaterra x Escócia pela Eurocopa teve aula de
Partida entre Inglaterra x Escócia pela Eurocopa teve aula de educação. Crédito: Reprodução/Sportv

Uma aula de cultura e educação na partida entre Inglaterra x Escócia pela Eurocopa. O jogador O'Donnell, da Escócia, fez falta em uma disputa de bola no alto e saiu de perto do jogador alemão, que ficou caído. O árbitro espanhol Antônio Mateu Lahoz chamou a atenção do escocês e o fez voltar e levantar o adversário do chão.

O grande jogo que a poderosa Alemanha ganhou de Portugal por 4x2 teve incríveis 989 passes, 73% de bola rolando, 19 faltas e apenas dois cartões amarelos. Com esses números, o árbitro inglês Anthony Taylor apenas administrou o jogo.

Pela quinta rodada da Série A do brasileirão, na vitória de 3x2 do Bragantino sobre o Flamengo, o jogador Cuello, do Bragantino, teve a camisa rasgada e foi obrigado a trocá-la. A equipe paulista perdeu muito tempo com um jogador a menos em campo por desconhecer a regra. Nesses casos, o atleta não precisa usar outra camisa com o mesmo número. Ele pode usar uma camisa com outro número e continuar no jogo; nesse caso, o árbitro fará a anotação do ocorrido.

Ainda pela série A, no jogo entre Juventude e Sport Recife, não foi possível a utilização do VAR devido às condições do tempo em Caxias do Sul. Com apenas 10 graus de temperatura, a neblina impediu a visibilidade das câmeras do equipamento. Serie A, aliás, que contabilizou média de 5 cartões amarelos por partida e nenhum cartão vermelho na rodada. O número de faltas teve média de 34 por partida, subindo em relação às rodadas anteriores.

Pela série D, um fato lamentável. O árbitro Dagoberto Modesto, do Tocantins, foi covardemente agredido pelo goleiro Bruno Golaço no jogo entre Fast Clube e Penarol (AM). O goleiro do Penarol (AM) cometeu pênalti claro, corretamente marcado, e, após receber o cartão vermelho, deu um soco no rosto do árbitro. A Associação Nacional de Árbitros de Futebol (ANAF) já se manifestou e tomará medidas esportivas e criminais contra o jogador, exigindo o banimento do dele do futebol e a rescisão de seu contrato por parte do Penarol (AM).

Pela série B, na derrota do Botafogo por 3x1 para o Náutico, houve duas situações polêmicas. Na primeira, o novato PV, do Botafogo, cometeu pênalti polêmico sobre o atacante Erick, mas não pela falta (foi falta clara). A polêmica foi se a bola estava dentro ou fora de campo. Como não tem VAR na série B, o árbitro Wanderson de Souza (MG) confirmou a penalidade. A regra diz que se a bola estiver fora de campo não há punição técnica, só disciplinar. Do contrário, se a bola estiver em campo e dentro da área e a falta for cometida, mesmo com os jogadores fora de campo, o pênalti deve ser marcado.

A outra situação foi a presença de muitas pessoas arquibancada do Estádio dos Aflitos (a presença de público está proibida), junto com a diretoria do Náutico, inclusive sendo servidos com petiscos e torcendo aos gritos. O árbitro mineiro parou o jogo e solicitou a retirada de parte dessas pessoas e chamou a atenção para a proibição. Os "penetras" saíram e a situação se acalmou no restante da partida.

CURIOSIDADE

O jogo do futebol brasileiro com maior número de expulsões foi Portuguesa (SP) e Botafogo (RJ), no Pacaembu, pelo torneio Rio/São Paulo de 1954, em que o árbitro Carlos de Oliveira Monteiro expulsou os 22 jogadores após uma briga generalizada, inclusive Garrincha, que jogava pelo Botafogo.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.