ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica aqui, diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Vereador de Cariacica decide apoiar Jackeline Rocha para comando do PT-ES

Com a confirmação do apoio, André Lopes dá a Jackeline Rocha, a princípio, a maioria dos delegados que vão escolher o próximo presidente estadual do partido

Publicado em 26/09/2019 às 11h42
Atualizado em 26/09/2019 às 14h55
Jackeline Rocha recebe apoio de André Lopes na eleição à presidência estadual do PT. Crédito: André Lopes
Jackeline Rocha recebe apoio de André Lopes na eleição à presidência estadual do PT. Crédito: André Lopes

O vereador de Cariacica André Lopes decidiu levar a chapa liderada por ele a apoiar Jackeline Rocha, contra o deputado federal Helder Salomão. Com a confirmação desse apoio, Lopes dá a Jackeline, a princípio, a maioria dos delegados que vão escolher o próximo presidente estadual do partido, no congresso estadual do PT, marcado para o fim de outubro.

O apoio ainda não foi anunciado oficialmente, mas a coluna confirmou a decisão com petistas envolvidos na negociação. Segundo o ex-deputado estadual José Carlos Nunes, um dos líderes da chapa de Jackeline, André Lopes já deu a sua palavra e a sua garantia de que ficará com Jackeline no congresso estadual. "Internamente, isso já está fechado com o André. Quando ele vai anunciar o apoio, aí é com ele."

O congresso estadual do PT terá a participação de 250 delegados, cada um deles com direito a um voto. Há quatro chapas no processo e cada uma tem direito a um determinado número de delegados, de acordo com a votação obtida no Processo Eleitoral Direto (PED), no início do mês.

CHAPAS

A chapa de Helder é a que tem a maior representação: 124 delegados. Ficou por dois de atingir a maioria (metade mais um). Com o apoio da chapa do atual presidente estadual do PT, João Coser, a chapa de Jackeline totaliza 112 delegados.

Já a de André Lopes reúne 14 delegados. Se todos votarem mesmo em Jackeline, ela fará 126 votos, contra os 124 de Helder.

No último domingo, André Lopes elegeu-se presidente do PT em Cariacica, derrotando o candidato apoiado por Helder no município, Jorge Davel. Para isso, o vereador contou com o apoio justamente dos grupos de Coser e de Jackeline e Nunes.

Agora, como afirma o próprio Nunes, o apoio de André Lopes a Jackeline na eleição estadual é uma contrapartida. "Esse acordo já vinha sendo conversado com ele desde o resultado do PED", conta o ex-deputado estadual.

TRAIÇÃO

Com direito a 14 delegados no congresso estadual do PT, a chapa liderada por André Lopes é integrada, entre outras correntes, por um pequeno agrupamento chamado DAP (Diálogo e Ação Petista), que não necessariamente apoiaria Jackeline. Esse agrupamento teria direito a designar três dos 14 delegados, conforme acordo verbal que teria sido feito com André Lopes.

Segundo um membro do DAP, que prefere o anonimato e fala até em "golpe", o vereador teria rompido o acordo e agora não vai incluir membros do DAP na relação de 14 delegados.

O prazo para registro de delegados de cada chapa termina nesta sexta-feira (27).

A Gazeta integra o

Saiba mais
pt

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.