ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica aqui, diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Segurança terá orçamento maior que a Educação no ES em 2020

Para o ano que vem, governo estabelece R$ 2,432 bilhões para a Sesp, ou 12,3% da receita total, enquanto a Sedu terá 2,359 bilhões, o que corresponde a 11,9%

Publicado em 30/09/2019 às 17h44
Sedu receberá R$ 2,35 bilhões em 2020. Crédito: A Gazeta
Sedu receberá R$ 2,35 bilhões em 2020. Crédito: A Gazeta

Em 2020, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) terá orçamento maior que a Secretaria de Estado de Educação (Sedu).

Na peça encaminhada pelo governador Renato Casagrande (PSB) à Assembleia Legislativa, o governo estabelece R$ 2,432 bilhões para a Sesp, ou 12,32% da receita total prevista para o Estado, enquanto a Sedu terá 2,359 bilhões, o que corresponde a 11,95% da receita.

A secretaria com a maior fatia do orçamento continua sendo a de Saúde, que receberá R$ 2,711 bilhões, o equivalente a 13,73% do bolo.

Os números foram divulgados na tarde desta segunda-feira (30), pelo secretário estadual de Planejamento, Álvaro Duboc, durante o anúncio do projeto de lei orçamentária de 2020, encaminhado para votação da Assembleia.

O aumento do orçamento estadual reservado para a Secretaria de Segurança Pública, de 2019 para 2020, intensifica um fenômeno que já vem se observando há alguns anos, desde o governo anterior de Renato Casagrande (2011-2014)

Analisando os orçamentos dos últimos anos, constatamos que o tamanho da fatia da Sesp na divisão do bolo tem crescido ano após ano, desde 2014, conforme você pode conferir no gráfico abaixo:

PLANO PLURIANUAL (PPA)

Anunciado também por Duboc no dia 3 de setembro, o Plano Plurianual (PPA) do governo Casagrande para o quadriênio 2020-2023 já havia dado forte indicativo quanto ao reforço no orçamento da Segurança Pública nos próximos anos.

De acordo com os números do PPA, pela primeira vez, os gastos do governo com a área devem ultrapassar aqueles executados pela Secretaria de Educação.

No PPA, o governo Casagrande estima um gasto total de cerca de R$ 74,4 bilhões de 2020 a 2023, divididos pelas várias secretarias.

A Secretaria de Saúde (Sesa) é a que mais deve receber recursos: R$ 11,3 bilhões.

Historicamente, a Sedu recebe, todo ano, um orçamento maior que o da Sesp.

Até 2014, a Sedu era a que ficava com a maior fatia. Em 2015, foi superada pela Sesa, mas até este ano vem mantendo a 2º posição, cabendo à Sesp a terceira maior fração.

Nos próximos quatro anos, tomando da Secretaria de Educação o segundo lugar na divisão do bolo, a Secretaria de Segurança deve ter R$ 10,4 bilhões. À Sedu devem ser destinados R$ 10,1 bilhões.

A Gazeta integra o

Saiba mais
educação espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.