ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Por que a aliança de Neucimar com Hércules faz total sentido?

A estratégia obedece a uma lógica de “complementação sociodemográfica”, se considerarmos o perfil do eleitorado de cada um: o do deputado está concentrado nos bairros de classe média alta de Vila Velha; o do ex-prefeito, nos de baixa renda

Publicado em 17/08/2020 às 13h46
Hércules Silveira e Neucimar Fraga
O deputado estadual Hércules Silveira e o ex-prefeito Neucimar Fraga anunciaram uma aliança na disputa pela Prefeitura de Vila Velha. Crédito: Facebook de Hércules e de Neucimar / Montagem de Vitor Vogas

O ex-prefeito Neucimar Fraga (PSD) e o deputado estadual Hércules Silveira (MDB) anunciaram, na semana passada, que unirão forças contra o prefeito Max Filho (PSDB) na eleição pela Prefeitura de Vila Velha. Os dois decidiram o 2º turno da eleição local em 2008. Numa disputa muito acirrada, Neucimar derrotou o emedebista com 52,43% dos votos válidos. Agora, à primeira vista, a parceria parece inusitada, mas faz total sentido do ponto de vista estratégico, sob uma lógica de "complementariedade geográfica".

Primeiro porque, com a máquina na mão, Max será em tese um candidato difícil de bater. Separados, Neucimar e Hércules dividiriam votos e beneficiariam Max, que diria “muito obrigado”. Juntos, eles incrementam suas chances de enfrentar e quiçá derrotar o candidato da máquina.

Além disso, a estratégia obedece a uma lógica “sociodemográfica”, se considerarmos o perfil do eleitorado de cada um. Como provou a já citada eleição de 2008, o de Hércules é muito mais concentrado na região 1 da cidade (a mais rica: Praia da Costa, Itapoã, Centro etc.), enquanto Neucimar tem mais votos nas classes e regiões de renda mais baixa (D e E).

Assim, com essa dobradinha, Neucimar e Hércules de certo modo "se complementam": cada um calça sua mão com a luva do outro.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.