ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica diariamente informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

PDT fecha apoio a Gandini na eleição a prefeito de Vitória

Segundo fonte do PDT, governador Renato Casagrande chegou a sondar Sérgio Vidigal sobre possibilidade de o partido apoiar o ex-prefeito João Coser (PT) na Capital, mas a conversa não evoluiu. Fonte do Palácio Anchieta não confirma essa sondagem

Publicado em 11/09/2020 às 19h21
Atualizado em 11/09/2020 às 21h33
PDT de Vidigal vai apoiar Gandini em Vitória
PDT de Vidigal vai apoiar Gandini em Vitória. Crédito: Agência Câmara / Tati Beling (Ales) / Montagem de Vitor Vogas

Na eleição a prefeito de Vitória, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) decidiu apoiar a candidatura do deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania). O apoio pode ser anunciado logo mais, na noite desta sexta-feira (11), durante a convenção municipal do partido, na Câmara Municipal. Em troca, se o apoio a Gandini na Capital se confirmar, o Cidadania apoiará a candidatura do deputado federal Sérgio Vidigal, presidente estadual do PDT, a prefeito da Serra. Representantes do Cidadania, incluindo o próprio Gandini, participarão da convenção do PDT na Capital.

Gandini participou pessoalmente da construção da chapa de candidatos a vereador do PDT em Vitória. Em reunião com dirigentes pedetistas na noite desta quinta-feira (10), o deputado garantiu que Vidigal terá o apoio do Cidadania na Serra se o PDT fechar mesmo com ele em Vitória. A coluna apurou que essa composição intermunicipal tem a preferência de boa parte da cúpula do PDT em Vitória, incluindo o presidente municipal, Júnior Fialho.

O PDT chegou, no entanto, a cogitar transferir o apoio de Gandini para o ex-prefeito João Coser (PT) em Vitória.

O governador Renato Casagrande (PSB) entrou em campo e está participando pessoalmente das articulações envolvendo o PDT em Vitória e em outros municípios. Aliado do PSB na coligação que levou Casagrande a vencer a eleição ao governo estadual em 2018, o PDT é um dos mais importantes partidos da coalização do governador.

De acordo com uma fonte ligada à cúpula do PDT, o governador chegou a sondar Vidigal sobre a possibilidade de o partido apoiar o ex-prefeito João Coser (PT) na eleição a prefeito de Vitória, há alguns dias. Os dirigentes pedetistas não toparam, e essa hipótese não evoluiu. Outra fonte, ligada ao Palácio Anchieta, desmente que essa sondagem tenha ocorrido.

Seja como for, é fato que, na tarde desta sexta-feira, pouco antes da convenção municipal do PDT, o próprio Vidigal conversou pessoalmente com Casagrande no Palácio Anchieta, acompanhado do seu braço direito na direção estadual do PDT, Weverson Meirelles, vice-presidente do partido no Estado e secretário-geral em Vitória.

Outra opção que chegou a ser colocada na mesa nas reuniões dos dirigentes é a de o PDT transferir seu apoio em Vitória para o ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB). No entanto, parte dos pedetistas sente certa insegurança quanto à candidatura de Luiz Paulo. Ainda não se sabe se ele poderá mesmo ser candidato a prefeito, visto que a vereadora Neuzinha de Oliveira, presidente do PSDB em Vitória, mantém pré-candidatura ao mesmo cargo.

Além disso, o PSDB tem candidato próprio a prefeito da Serra: o deputado estadual Vandinho Leite, presidente regional da agremiação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.