ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica aqui, diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Lelo Coimbra não faz mais parte do governo Bolsonaro

Novo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, decidiu substituir emedebista na função de secretário nacional de Desenvolvimento Social (o n° 2 da pasta)

Publicado em 20/02/2020 às 13h21
Atualizado em 20/02/2020 às 16h04
Lelo Coimbra, secretário especial do Ministério da Cidadania. Crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Lelo Coimbra, secretário especial do Ministério da Cidadania. Crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O ex-deputado federal Lelo Coimbra não é mais secretário especial de Desenvolvimento Social no governo Bolsonaro.

Lelo se despediu do cargo após reunião com Onyx Lorenzoni (DEM), novo chefe do Ministério da Cidadania, ao qual está subordinada a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Ex-chefe da Casa Civil, Onyx substituiu o deputado federal Osmar Terra (MDB) à frente do ministério. Lelo ocupava a função (número dois na hierarquia da pasta) a convite de Terra, antigo companheiro dele na bancada do MDB no Congresso. A revista "Crusoé" havia antecipado a exoneração de Lelo nesta quarta-feira (19). Agora, o próprio confirma o fato à coluna.

Na despedida, Lelo desejou sorte a Onyx Lorenzoni. Na segunda-feira (17), o ex-deputado afirmou que ficaria no cargo pelo menos até o carnaval

Lelo, a princípio, fica sem cargo no governo federal – aliás, sem cargo público algum nem mandato eletivo. Por mensagem de aplicativo, perguntamos a ele sobre uma possível reacomodação em outro espaço do governo Bolsonaro. Ele não respondeu. 

Em 2018, Lelo não conseguiu se reeleger após três mandatos seguidos, desde 2007, na Câmara Federal. O ex-deputado é o presidente do MDB no Espírito Santo.

LEIA A NOTA COMPLETA ENVIADA PELA ASSESSORIA DO EX-DEPUTADO

Considerando que a minha presença no Ministério da Cidadania foi fruto de uma articulação com o ex-ministro Osmar Terra e após longa conversa com o ministro Onyx, quando fiz as informações principais de importância do Ministério que estavam sob a minha responsabilidade, me despedi do ministro Onyx me colocando à disposição para uma transição com o substituto.

Tenho uma história na vida pública, e com o Osmar Terra, atuei em muitas frentes, inclusive em meus três mandatos de deputado federal, como a construção, desde a Câmara dos Deputados, do Marco Legal da Primeira Infância, que gerou o Programa Criança Feliz, e a nova legislação de combate ao uso de drogas.

Desejo sucesso ao Onyx, e sucesso ao Ministério da Cidadania.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Jair Bolsonaro Onyx Lorenzoni

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.