ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica aqui, diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Casagrande: relação com deputados vai ser no "um a um"

Com uma Assembleia muito fragmentada, com média de 1,5 deputado eleito por partido, Casagrande afirma que articulações terão que ser individuais, com cada parlamentar

Publicado em 26/10/2018 às 20h17
Casagrande afirma que seu governo terá que negociar com os deputados "um a um", e não com as bancadas. Crédito: Gazeta Online
Casagrande afirma que seu governo terá que negociar com os deputados "um a um", e não com as bancadas. Crédito: Gazeta Online

Na última quarta-feira, publicamos aqui a conclusão de que, entre todas as Assembleias Legislativas dos 26 Estados mais o Distrito Federal, a do Espírito Santo será, a partir de fevereiro do ano que vem, a quarta mais fragmentada do Brasil, com uma média de apenas 1,5 deputado por bancada. As 30 vagas existentes em plenário serão preenchidas por representantes eleitos por 20 partidos políticos.

Esse grau de esfarelamento partidário exigirá do governador eleito, Renato Casagrande (PSB), e sua equipe um esforço extra na articulação política com os parlamentares, como ele mesmo admite. Para Casagrande, entretanto, essa situação já faz parte da cultura política capixaba.

“A cultura capixaba já há algum tempo é de relação um a um. É lógico que há alguns partidos que são muito orgânicos e aí você pode falar com as bancadas. Mas isso não vai substituir a relação individual.”

Que é negativo, é

Mas, embora “naturalizada”, essa situação não é ruim? “É ruim”, reconhece o governador eleito. “Ruim porque é mais trabalhoso. Exige uma dedicação maior.”

A Gazeta integra o

Saiba mais
eleições 2018 renato casagrande vitor vogas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.