ASSINE
A jornalista Renata Rasseli cobre os eventos sociais, culturais e empresariais mais importantes do Estado. Sua marca é aliar notícias a tendências de moda, luxo, turismo e estilo de vida.

Professor celebra aniversário com lançamento de livro beneficente

Para marcar seus 50 anos, o jornalista, escritor, professor e psicanalista José Antonio Martinuzzo lançará o livro – “Tempo Contado", no dia 18 de março

Publicado em 18/02/2020 às 05h00
Atualizado em 18/02/2020 às 05h00
José Antonio Martinuzzo. Crédito: Divulgação
José Antonio Martinuzzo. Crédito: Divulgação

Para marcar seus 50 anos, o jornalista, escritor, professor e psicanalista José Antonio Martinuzzo fará uma comemoração diferente. A festa será o lançamento de um livro – “Tempo Contado” – e, em vez de presentes, o que vai contar são as doações. Será no dia 18 de março, a partir das 18h30, no Teatro Universitário, na Ufes.

Toda a edição de “Tempo Contado”, limitada e com exemplares numerados manualmente, foi doada ao Asilo dos Idosos de Vitória. E os exemplares poderão ser obtidos, no local, mediante doação mínima de R$ 50,00 (dinheiro, cartão, PicPay) à instituição. É tudo sem fins lucrativos. O Asilo ficará com todo o montante recebido na noite.

Capa do livro
Capa do livro "Tempo Contado" de José Antonio Martinuzzo. Crédito: Divulgação

O LIVRO

O livro reúne 50 crônicas e artigos de Martinuzzo publicados em jornais, incluindo A GAZETA, e redes sociais. A temática vai do “espírito do nosso tempo”, passando por psicanálise e filosofia, até comunicação e jornalismo.

A edição foi especialmente elaborada para festejar o meio século de Martinuzzo, cujo aniversário é dia 19 de fevereiro. “Será um encontro de doações. Eu doei os livros ao Asilo e, para receber exemplares, os presentes doam recursos à instituição, que enfrenta limitações crônicas para manter o atendimento a cerca de 70 idosos ”, afirma o autor.

O livro foi custeado por Martinuzzo, com doações especiais do tempo e do talento de Allan Ost (projeto gráfico e diagramação), Márcia Rocha (revisão), Rita Moro (ficha catalográfica), Mônica Zorzanelli (foto de contracapa).

“Celebro, assim, a vida, com minha paixão infinita pelas palavras e com a busca de um gesto de fraternidade e amor ao próximo, que devem ser mesmo o norte e a maior inspiração do nosso existir”, diz Martinuzzo.

Martinuzzo, autor, editor, organizador de mais de 50 livros, é doutor em Comunicação, pós-doutor em Mídia e Cotidiano, professor e pesquisador na Ufes, jornalista e membro da Escola Lacaniana da Vitória.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.