ASSINE
Coluna assinada por Joviana Venturini. Para divulgar seu evento ou lançamento religioso basta enviar um texto sobre ele para o nosso email

“Sou a resposta de um milagre de Deus”, diz empresário

O empresário Pedro Barcelos Junior, 36 anos, foi o único sobrevivente de um acidente de carro em Vitória. Depois, ainda realizou o sonho de ser pai

Publicado em 05/05/2020 às 22h59
Atualizado em 05/05/2020 às 22h59
Pedro Barcelos hoje é pastor e cantor
Pedro Barcelos hoje é pastor e cantor. Crédito: Arquivo pessoal

Você acredita em milagres? Não? A história do empresário Pedro Barcelos Junior, 36 anos, pode fazer você rever seus conceitos. Em 2001, ele sofreu um acidente de carro ao retornar do trabalho para casa, sendo o único sobrevivente. “Infelizmente, perdi dois colegas de trabalho e a esposa de um deles. Minha chance de viver era mínima, pois tive queimaduras em 80% das pernas deixaram cicatrizes extensas, como também em região abdominal e lombar, após retirada de pele para enxertias, fraturas múltiplas (fêmur, clavícula e mandíbula), retirado do baço e dificuldades visuais. Fiquei um mês em coma e 10 dias desenganado pela medicina, sem perspectivas de melhoras”.

O médico observando a situação resolveu conversar com a família e disse que não havia mais o que fazer. Foi dada ainda a possibilidade de testar uma medicação experimental no paciente, pois o empresário estava internado em um hospital escola em São Paulo, com possibilidade de 50% de chance de sobreviver. “Era a nossa a última alternativa, porque já estava com paralisação de alguns órgãos importantes e outras medicações não tiveram resultados interessantes, pois paralisava o funcionamento de órgãos essenciais e tiveram que ser suspensos”.

Diante de um cenário tão delicado, a mãe do empresário resolveu depositar a sua confiança em Deus. “Minha mãe informou ao médico que não testasse a medicação e disse: “Se Deus quiser levar meu filho, Ele irá levá-lo”. Após a conversa, o médico informou de madrugada à família que se tivesse alguém vindo me visitar no hospital que era para suspender a viagem, pois os aparelhos seriam desligados no dia seguinte, visando facilitar a parte burocrática. Em seguida, o médico preencheu o atestado de óbito que seria entregue à família e deixou em cima da mesa”.

Pedro Barcelos e a namorada Camilla Fejoli, após sair do hospital
Pedro Barcelos e a namorada Camilla Fejoli, após sair do hospital. Crédito: Arquivo pessoal

Nesta mesma madrugada que o aparelho seria desligado, a família do paciente se juntou em oração com a família em Cristo e o sobrenatural aconteceu. “Após uma recuperação surpreendente, o médico disse na manhã seguinte à minha mãe na porta da UTI: “Quero conhecer esse Deus que você disse que poderia salvar seu filho, pois ele estava morto, sem possibilidades de retorno e algo sobrenatural aconteceu nesta madrugada”.

O empresário conta como mudou a sua vida depois do acidente. “Foram mais de três meses hospitalizados e com pouca chance de vida. Após estar à beira da morte, grandes foram as mudanças físicas e emocionais. Valorizo cada segundo e sou grato a Deus pela oportunidade de mais alguns anos de vida, no qual busco viver meu propósito, que é deixar um Legado de Adoração. Hoje, além de empresário, Pedro é pastor e cantor. Compartilho os milagres, por meio da música, e tenho a gratidão da alegria de viver. Minha vida é adorar a Deus, estar com a minha família e em comunhão com as pessoas, levando o meu testemunho. Estou preparando em breve um e-book que estará disponível gratuitamente sobre a minha história”.

Pedro Barcelos com a sua família
Pedro Barcelos com a sua família. Crédito: Arquivo pessoal

Com as sequelas deixadas pelo acidente, Pedro Barcelos também não poderia ter filhos. Contudo, o empresário nunca perdeu a fé e mais uma vez esperava por um milagre divino. “Foram anos tentando ter filho, alguns abortos naturais, outros precisaram ser retirados cirurgicamente. As possibilidades foram diminuindo, mas a fé e a esperança em Deus me permitiam descansar e confiar que o milagre aconteceria. E, após sete anos de muita espera, o milagre chegou. A promessa foi refeita e novamente o presente de gerar aconteceu. Hoje temos a alegria de sermos pai de Pedro, de sete anos, e Daniel, de oito meses”.

O empresário, cantor e pastor afirma que esses foram outros milagres vividos, após o acidente, em 2001. “Antes dos filhos, também realizei o meu grande sonho de me casar com Camilla Fejoli do Vale Barcelos, que já me namorava antes do acidente e esteve ao meu lado nos momentos mais difíceis juntamente com a minha família. Uma mulher incrível e especial que me ajudou a superar as sequelas deixadas e me deu uma família linda”.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.