ASSINE
É jornalista. Escreve às segundas e às sextas-feiras sobre economia, com foco no cenário capixaba, trazendo sempre informações em primeira mão e análises, sem se descuidar dos panoramas nacional e internacional

Governo busca investimento em ferrovias, e o ES aposta em dois projetos

Contrastando com o cenário de desânimo na economia, o governo aposta na renovação antecipada da concessão de ferrovias para gerar um "grande ciclo de investimentos privados". O Espírito Santo espera participar dessa "festa"

Publicado em 29/05/2020 às 05h00
Atualizado em 29/05/2020 às 05h01
Ferrovia
Ferrovia. Crédito: Arquivo - GZ

"Terá início um grande ciclo de investimentos privados em ferrovias". O quê? Grande ciclo de investimentos? Há muitos anos não se ouvia um discurso nesse sentido no Brasil. É claro que a afirmação chama mais atenção neste momento em que a economia está se esfarelando, mas o fato é que a frase foi dita há dois dias pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Testemunharam-na todos os presentes à solenidade que marcou a primeira renovação antecipada de concessão ferroviária, assinada entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a empresa Rumo Malha Paulista. O contrato prevê investimentos de mais de R$ 6 bilhões (em trilhos, vagões etc), num sistema de linhas com 1.989 quilômetros de extensão. Também serão gerados diversos investimentos em mais de 40 municípios de São Paulo. A estimativa é de abertura de 7 mil empregos anuais nos dez primeiros anos.

O que o Espírito Santo tem a ver com isso? Tem a expectativa de também participar do "grande ciclo de investimentos privados em ferrovias". Estão na fila para renovar os seus contratos, entre outras, a Estrada de Ferro Vitória-Minas (895 quilômetros) da Vale. No âmbito dessa renovação, o Espírito Santo deve começar a se mexer visando a implantação da EF 118, ligando Vitória ao Rio Janeiro, projeto deixado em aberto no governo Temer, por falta de credibilidade e de fôlego político - já que na época a questão descambou para esse lado, apesar de ser estritamente técnica.

Trata-se de obra muito importante para a economia capixaba. Possibilitará a conexão dos Portos de Tubarão, Ubu e Central, em Presidente Kennedy. Em todo cenário logístico, é fundamental a sinergia ferrovia/porto. Por mais razão no Espírito Santo, dada a dependência da economia local com o comércio exterior. A renovação antecipada de concessão ferroviária para a empresa Rumo Malha Paulista beneficia o Porto de Santos. Para o Espírito Santo, é imprescindível que o Porto Central, em Presidente Kennedy , localizado em região estratégica, tenha alimentação ferroviária.

Em 2018, a implantação da EF 118 teve custo estimado em torno de R$ 3 bilhões, e previsão de movimentação de quase 300 milhões de toneladas por ano no Estado pelo transporte ferroviário, considerado seguro, eficiente, barato e (ecológico) menos poluente.

No auge da campanha para o Planalto, o candidato Bolsonaro postou em rede social: “Brasil sem ferrovias. Isso vai mudar”. Precisa mesmo. Para impulsionar o crescimento e a competitividade. Durante décadas, os governantes priorizaram investimentos em rodovias - tradicional vitrine político-eleitoral -, em detrimento de ferrovias. Essa mentalidade vem de longe. Remonta dos anos 1920 e se intensificou no forte estatismo dos governos Getúlio Vargas (1930-1945 e 1951-1954) e Juscelino Kubitschek (1956-1961).

Segundo dados da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), o número de vagões hoje em trânsito, de aproximadamente 103 mil unidades, corresponde a 3,7% da frota de caminhões, com 2,8 milhões de veículos.

Economia Espírito Santo Jair Bolsonaro espírito santo Vale SA Tarcísio de Freitas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.