ASSINE
É economista, pesquisador e consultor, vinculado ao Instituto de Economia da UFRJ, membro do GEE, economista-membro da International Association for Energy Economics (IAEE) e do Institute for New Economic Thinking (INET)

Oportunidades para empresas do ES nas cadeias produtivas da indústria

Diante de oportunidade semelhante, países e regiões do mundo criaram programas governamentais visando tornar as empresas locais fornecedoras de segmentos inteiros na sua economia

Publicado em 15/11/2019 às 04h00
Atualizado em 15/11/2019 às 04h02
Plataforma P-58 é a maior produtora de petróleo do litoral capixaba. Crédito: Divulgação/Agência Petrobras
Plataforma P-58 é a maior produtora de petróleo do litoral capixaba. Crédito: Divulgação/Agência Petrobras

O Espírito Santo é considerado um Petro-estado, um Estado industrial e exportador. A primeira denominação justifica-se pela posição ocupada entre os entes federados produtores de óleo e gás no Brasil – atualmente o ES figura entre segundo e terceiro maior produtor de hidrocarbonetos do país.

A segunda alcunha refere-se à participação da indústria no PIB estadual, hoje em torno de 23%. A terceira refere-se ao comércio exterior que singra o sistema econômico-logístico capixaba, conferindo ao estado um grau de abertura comercial próximo de 27%.

Com essa composição econômica é importante ressaltar que os segmentos que integram o setor industrial do ES – enfatizando-se o de Petróleo & Gás – exigem inúmeros bens e serviços para a consecução dos seus processos produtivos, o que naturalmente cria um ecossistema econômico de fornecedores que promove um grande mercado potencial a ser explorado pelas empresas capixabas de variados segmentos.

Diante de oportunidade semelhante, países e regiões do mundo criaram programas governamentais visando tornar as empresas locais fornecedoras de segmentos inteiros na sua economia.

Governos da Europa e do Sudeste Asiático centraram esforços na condução da economia local à integração às cadeias globais de valor, capacitando e auxiliando empresas locais para se inserirem nessa rede internacional, com porções de indústrias localmente localizadas. Nesse sentido, cabe ao Espírito Santo incorporar as suas empresas nas cadeias de valor com parcelas de sua produção em território capixaba.

Há um ambiente propício para a criação de programas e dispositivos que tenham essa finalidade. O objetivo de um programa com essa designação deve ser consolidar no conjunto de cadeias de fornecedores capixaba um movimento de sinergia, cooperação e desenvolvimento mútuo que englobe as empresas do Estado de todas as proporções, tornando-as parceiras no fornecimento de bens e serviços e no desenvolvimento de inovações.

As empresas multinacionais atuantes no Espírito Santo estão no centro dos arranjos econômicos, o que torna essencial o seu envolvimento na inserção das firmas capixabas nas cadeias de valor existentes no Estado.

O governo estadual pode atuar na avaliação das competências das empresas capixabas, certificando-as com um selo de qualidade e indicando-as como propensas fornecedoras de produtos e/ou serviços para outras empresas do Espírito Santo. Dessa forma, contribui-se para o desenvolvimento das cadeias produtivas, inserindo as empresas  nos seus elos, o que pode proporcionar um crescimento cooperado/mútuo-circular ao tornar as empresas capixabas fornecedoras, demandadoras e parceiras de outras empresas do Espírito Santo.

Existe um enorme potencial a ser aproveitado pelas empresas capixabas dentro do círculo produtivo de cada setor que compõe a economia estadual, principalmente do setor industrial. A criação de uma instância auxiliadora dos propensos fornecedores pode tornar mais permeável as cadeias de valor que estão presentes no Espírito Santo e contribuir para o crescimento e fortalecimento das empresas capixabas, aproveitando-se das oportunidades que já existem.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.