ASSINE

Nuvem-prateleira chama atenção no céu de Aracruz

Ela está relacionada à formação das chuvas e fica abaixo e anexa a uma "nuvem-mãe", que pode provocar tempestades e é típica do verão

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 26/01/2022 às 20h38
Nuvem vista em Aracruz nesta quarta-feira (26) é do tipo Cumulonimbus Arcus, popularmente conhecida como
Nuvem vista em Aracruz nesta quarta-feira (26) é do tipo cumulonimbus arcus, popularmente conhecida como "prateleira". Crédito: Leitor de A Gazeta

Com forma de um tubo longo e arqueado, uma nuvem escura chamou atenção no céu de Aracruz, na Região Norte do Espírito Santo. Em um clique feito nesta quarta-feira (26) por um leitor de A Gazeta, no Estaleiro Jurong Aracruz, em Barra do Riacho, dá para ver claramente o fenômeno meteorológico.

No entanto, enxergar é diferente de entender. Por isso, a reportagem procurou o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e a resposta veio junto de um nome curioso: "nuvem-prateleira" (shelf cloud, em inglês). Assim é que se chama a formação vista na manhã desta quarta-feira.

"Em uma primeira análise, trata-se de uma Cumulonimbus arcus, um tipo de nuvem cujo aspecto é de uma longa, baixa e densa camada horizontal, anexada logo abaixo de uma nuvem-mãe (neste caso, uma Cumulonimbus), formada em função das chuvas que deviam estar ocorrendo no município", esclareceu o órgão.

Este vídeo pode te interessar

Vale lembrar que, conforme explicado anteriormente pelo meteorologista Hugo Ramos, do Incaper, as "Cumulonimbus" são aquelas nuvens típicas do verão: mais carregadas e escuras, famosas pelo poder de provocar tempestades, com muito volume de água precipitada em pouco tempo.

Também acionado, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que essas nuvens podem atingir mais de 12 km de altura e se formam "devido à umidade relativa do ar alta e às altas temperaturas provenientes dos ventos ascendentes que partem de uma região muito aquecida".

Atualização

27 de Janeiro de 2022 às 15:50

O Inmet enviou uma nota com esclarecimentos sobre as nuvens do tipo Cumulonimbus. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.