ASSINE

País registra 67 mortes em rodoviais federais no feriado do réveillon

A PRF não comparou os números com os do feriado do ano anterior porque, em 2017, o 1º de janeiro caiu em um domingo

Publicado em 02/01/2018 às 15h38
Movimentação no Posto da Polícia Rodoviária Federal, localizado na BR-262. Crédito: Vitor Jubini
Movimentação no Posto da Polícia Rodoviária Federal, localizado na BR-262. Crédito: Vitor Jubini

Foram registradas 67 mortes em rodovias federais entre os dias 29 de dezembro de 2017 e 1º de janeiro de 2018, de acordo com dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta terça-feira (2). O número de feridos foi de 1.008. No período, ocorreram 987 acidentes, dos quais 183 foram considerados graves (quando há ao menos uma pessoa morta ou ferida gravemente).

A PRF não comparou os números com os do feriado do ano anterior porque, em 2017, o 1º de janeiro caiu em um domingo. Entre os dias 30 de dezembro de 2016 e 2 de janeiro de 2017 foram registrados 1.081 acidentes, com 1.130 pessoas feridas e 87 mortes.

No feriado deste ano, a Polícia Rodoviária Federal registrou 36.724 flagrantes de excesso de velocidade e flagrou 208 motoristas realizando ultrapassagens irregulares. Foram realizados 565 autos de infração para motoristas que dirigiram após ingerir bebida alcoólica - um registro a cada 42 testes com bafômetro realizado.

No feriado de Natal (entre os dias 22 e 25 de dezembro), . O número representa uma redução de cerca de 30% em relação a 2016, quando morreram 113 pessoas em acidentes automobilísticos. O número total de acidentes foi de 1.352, dos quais 252 considerados graves. Houve um total de 1.352 feridos, além das 79 mortes.

A PRF registrou 34.487 flagrantes de excesso de velocidade, 3.539 flagras de ultrapassagens irregulares, 1.418 motoristas dirigindo sem cinto de segurança e 627 pessoas dirigindo alcoolizadas, de um total de 19.358 testes de bafômetro realizados.

A Gazeta integra o

Saiba mais
feriado

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.