> >
Lula diz ter 80% do ministério na cabeça, mas só anuncia nomes após diplomação

Lula diz ter 80% do ministério na cabeça, mas só anuncia nomes após diplomação

Ele confirmou que a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) continuará no comando do PT e não será nomeada ministra

Publicado em 2 de dezembro de 2022 às 14:05- Atualizado há um ano

Ícone - Tempo de Leitura 1min de leitura
Lula discursou para deputados ao lado de Alckmin e Gleisi
Lula ao lado de Alckmin e Gleisi. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
RENATO MACHADO, MARIANNA HOLANDA, MATEUS VARGAS E NATHALIA GARCIA

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), disse nesta sexta-feira (2) que tem 80% do ministério "na cabeça", mas que só vai anunciar os nomes após ser diplomado, em cerimônia que está marcada para 12 de dezembro.

"Tenho 80% do ministério na cabeça, mas não quero construir um ministério para mim, quero construir para forças políticas que me ajudaram", disse Lula à imprensa.

"Vou ser diplomado no dia 12. Depois que for diplomado, que for presidente da República reconhecido, aí vou começar a escolher meu ministério", declarou ainda.

Lula conversou com a imprensa no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde está instalado o governo de transição.

Ele confirmou que a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) continuará no comando do PT e não será nomeada ministra.

"A base do meu ministério será a base dos [ministérios] que eu tinha no segundo mandato, com uma coisa acrescida, o ministério dos povos originários. Que ainda não sei se de cara será ministério ou uma secretaria especial ligada à Presidência", disse Lula.

Este vídeo pode te interessar

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais