ASSINE

Justiça bloqueia R$ 1 bilhão da Vale após tragédia em Brumadinho

O Estado de Minas Gerais ainda quer limitar as ações da Vale na bolsa, segundo informações do site Uol, e já está com novos pedidos feitos à Justiça sob análise do Tribunal

Publicado em 26/01/2019 às 08h05
Rejeitos da barragem da Vale provocaram outra tragédia. Crédito: Divulgação
Rejeitos da barragem da Vale provocaram outra tragédia. Crédito: Divulgação

O juiz plantonista do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Renan Chaves Carreira Machado, determinou na noite desta sexta (25) o bloqueio de R$ 1 bilhão das contas bancárias da Vale. 

Segundo informações do site Uol, a decisão atendeu a um pedido do governo de Minas pela responsabilização da mineradora pelo rompimento da barragem Mina Feijão, em Brumadinho, a 60 quilômetros da capital mineira. 

De acordo com a liminar expedida pela Justiça, a Vale deve "abrir uma conta judicial específica para que o Estado de Minas Gerais possa utilizar imediatamente todos os recursos necessários para atendimento das demandas urgentes das vítimas, pessoas, animais, municípios e ao meio ambiente atingidos pelo desastre", como discrimina trecho do documento. 

MINAS QUER LIMITAR AÇÕES DA VALE NA BOLSA

O Estado de Minas Gerais, segundo o site Uol, ainda solicitou à Justiça outras oito medidas contra a Vale, entre eles a indisponibilidade de todas as ações de propriedade da Vale negociadas nas bolsas de valores do Rio de Janeiro, de São Paulo (Bovespa), de Madri (Latibex), de New York Stock Exchange (NYSE) e da NYSE Euronext Paris, "observando o limite de R$ 20 bilhões". 

Os pedidos, no entanto, devem ser julgados em expediente normal do TJMG. 

O Uol questionou a Vale, que não quis se pronunciar à reportagem sobre a decisão da Justiça. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
barragem brumadinho justiça minas gerais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.