> >
Estudante morre após festa na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba

Estudante morre após festa na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia investiga a morte de um estudante de 24 anos na madrugada de domingo (14) após uma festa universitária na Pedreira Paulo Leminski, um...

Publicado em 15 de agosto de 2022 às 05:07- Atualizado há 2 anos

Ícone - Tempo de Leitura 2min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia investiga a morte de um estudante de 24 anos na madrugada de domingo (14) após uma festa universitária na Pedreira Paulo Leminski, um dos principais locais destinados a shows e grandes eventos em Curitiba.

Phelipe Francisco Lourenço foi encontrado no lago da Ópera de Arame, que fica no complexo da Pedreira. Socorrido por uma equipe de segurança, o jovem chegou sem vida a uma UPA (unidade de pronto atendimento) da região.

Familiares e amigos suspeitam que o estudante de engenharia mecânica foi vítima de agressão e realizaram um protesto na tarde de domingo em frente à Pedreira. Um grupo chutou e jogou cadeiras em portas e paredes de vidro do local e uma delas quebrou.

A direção do complexo afirmou, por meio de nota, que Phelipe foi encontrado em uma área em que o acesso do público é proibido.

Segundo a nota, ele foi resgatado por equipes de socorro e submetido a procedimentos de atendimento emergencial e encaminhado à unidade de pronto atendimento do bairro Boa Vista.

"Não estamos medindo esforços para contribuir com a elucidação dos fatos junto às autoridades policiais e aos familiares, buscando todas as informações junto à organização do evento", diz a direção do complexo.

A organização do Muvuca Festival, festa em que a vítima estava durante a noite, também disse que contribui com as autoridades para apuração do que aconteceu.

Segundo nota divulgada pelo festival, imagens registradas por câmeras de monitoramento mostram que, depois do evento e da saída do público, o estudante voltou ao local pulando um muro externo.

Este vídeo pode te interessar

Ele teria ido a uma área que faz divisa com a Ópera de Arame e caído. "Nas imagens não foram encontrados sinais de confronto ou agressão contra o jovem", afirma a nota do festival.

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais