ASSINE
Autor(a) Convidado(a)
É advogado, com MBA Executivo em Gestão de Negócios, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Espírito Santo e atual diretor de Negócios do Bandes

Bandes ajuda a promover o desenvolvimento sustentável do ES

Banco desempenhou papel fundamental na criação de linhas de crédito, fundo de proteção ao emprego e projetos de energias renováveis, entre outras iniciativas

Publicado em 25/05/2021 às 14h00
O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes)
O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) . Crédito: Governo do ES | Divulgação

Espírito Santo alcançou a liderança entre os Estados que mais crédito emergencial concedeu (e ainda concede!) aos empreendedores capixabas. Essa posição de destaque só foi alcançada por conta da gestão de excelência que levou o Estado, pela primeira vez lá em 2012, a obter a Nota A do Tesouro Nacional por conta de seu equilíbrio fiscal, nota máxima mantida até a presente data.

Com a casa arrumada e as finanças em dia, o Estado, em parceria com o setor produtivo capixaba, apoia e contribui com os empreendedores locais, gerando um ambiente de competitividade cada vez mais eficiente, arrojado e diversificado. Nesse período de grandes desafios globais por conta da pandemia causada pela Covid-19, o Estado disponibilizou, dentro do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, centenas de milhões de reais em fundos emergenciais para apoiar os empreendedores capixabas de norte a sul do estado. E o Bandes tem posição e atuação destacada no Plano ES.

Nesse sentido, o banco desempenhou papel fundamental na criação, liberação e operacionalização das linhas emergenciais, que contam com carência e prazos alongados, e algumas só com correção pela Selic. Em 2020, com recursos do governo do Estado, o Bandes criou o Fundo de Aval de 100 milhões de reais e, em parceria com a Aderes e o Banestes, lançou a linha inédita de Juros Zero, sem correção, com carência e prazo de pagamento dilatado exclusivamente para apoiar os autônomos, micros e pequenos empreendedores que foram os mais afetados economicamente pela pandemia.

Agora em 2021, novamente com recursos do Tesouro estadual, lançou o Fundo de Proteção ao Emprego de 250 milhões de reais destinado a empresas de todos os portes afetadas economicamente pelo novo coronavírus. Para diminuir a burocracia, agilizar e aperfeiçoar nossos procedimentos para que o crédito chegue na ponta em tempo recorde, a Diretoria de Negócios (DIREN) conta com técnicos qualificados e comprometidos.

Os empresários são atendidos pelos Gerentes de Negócios que auxiliam na construção do projeto de financiamento e orientam o empreendedor no acesso à solução de crédito mais adequada para o desenvolvimento do seu empreendimento.

Além das linhas emergenciais, que devem ser acessadas pelo site do banco, o Bandes investe em negócios como os de microcrédito, agronegócio, economia verde, economia criativa, Fundos de Investimentos em Participações (FIPs), Parcerias Público-privadas (PPP), entre tantos. Vale destacar também o papel do banco no fomento da inovação, sendo o Bandes o repassador exclusivo no Estado das linhas Inovacred/FINEP, que tem como objetivo apoiar micro, pequenas e medias empresas no desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços, visando ampliar a competitividade das empresas no âmbito regional e nacional.

Ainda na área da inovação, o Bandes disponibiliza em suas instalações no Centro de Vitória o Epicentro, um espaço com o objetivo de promover conexões e negócios inovadores. Alinhado com o Programa de Energias Renováveis – Gerar, do governo do Estado, criado pela Lei nº 16/2021 e com a retomada sustentável da economia, o Bandes disponibiliza a linha Economia Verde para estimular a geração e uso de energias renováveis na busca pela eficiência energética.

Atua, ainda, na Secretaria Executiva do Invest-ES, programa de incentivos fiscais que tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo. Com todas essas iniciativas o Bandes contribui decisivamente com o desenvolvimento regional, a diversificação da economia e com o bom ambiente de negócios do Espírito Santo. Seguimos, em parceria com o governo do Estado e lado a lado com o setor produtivo, trabalhando, confiando e induzindo o desenvolvimento sustentável e inovador do nosso Estado.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.