ASSINE

Até drones são usados em busca por idosa que desapareceu em Muniz Freire

Maria das Graças de Oliveira Machado, de 70 anos, está desaparecida desde a tarde da última quinta-feira (24)

Tempo de leitura: 2min
Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 28/02/2022 às 18h43
Atualizado em 01/03/2022 às 11h27
Desaparecimento de idosa no Caparaó mobiliza equipes de busca
Desaparecimento de idosa no Caparaó mobiliza equipes de busca. Crédito: Divulgação

Atualização

1 de Março de 2022 às 11:30

O coordenador da Defesa Civil de Muniz Freire informou que a idosa foi encontrada morta. O corpo foi recolhido pela Polícia Civil.&nbsp;<a href="https://www.agazeta.com.br/es/desaparecidos/idosa-que-desapareceu-em-muniz-freire-e-encontrada-morta-0322" class="link" target="_blank">Veja mais informações neste link</a>.

O desaparecimento de uma idosa de 70 anos mobilizou o Corpo de Bombeiros e uma equipe de ações com cães de Vitória para Muniz Freire, na Região do Caparaó, neste fim de semana. Familiares e amigos pedem ajuda para encontrar Maria das Graças de Oliveira Machado, que sumiu na tarde da última quinta-feira (24).

Segundo Lyana Paulúcio, que é madrinha de casamento da idosa, Maria é aposentada, mas ainda trabalha com o marido como agricultora. “A última notícia é de que ela saiu com o celular dela e do marido. Por volta das 11h foi até a casa de uma vizinha, onde o marido estaria ali próximo trabalhando. Disseram que ele estava em outro lugar e ela saiu”, contou.

A idosa não retornou para casa nem foi mais vista . A família mora na localidade de Boa Esperança, a cerca de 8 quilômetros do Centro de Muniz Freire.

BUSCAS

Na manhã de sábado (26), o Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) transportou a equipe do Batalhão de Ações com Cães até Muniz Freire, a fim de realizar buscas pela desaparecida. A Polícia Militar e Corpo de Bombeiros também auxiliaram na ação.

De acordo com o município, a Defesa Civil utilizou até sobrevoo com drone, uma vez que o local é rodeado de mata. Segundo Lyana Paulúcio, as buscas foram suspensas na manhã desta segunda-feira (28) sem encontrar nenhum vestígio da idosa.

A família também registrou um boletim de ocorrência. Procurada pela reportagem, a Polícia Civil disse que não teria como atualizar o andamento das investigações uma vez que somente tem acesso às ocorrências e autuações do plantão vigente das delegacias.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.