ASSINE

Vídeo: até canos de banheiros foram furtados de galeria em Vitória

Crime ocorreu no Centro, no prédio da Galeria de Artes Virgínia Tamanini, anexo à Academia Espírito-Santense de Letras, também foi alvo de furtos

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 05/08/2022 às 16h31
Centro de Vitória
O prédio da Academia Espírito-Santense de Letras, onde está anexada a Galeria de Artes Virgínia Tamanini, foi alvo de criminosos. Crédito: Divulgação

Na madrugada da última segunda-feira (1º), o prédio que abriga a Galeria de Artes Virgínia Tamanini e o Sindicato dos Artistas Plásticos Profissionais do Espírito Santo foi invadido, vandalizado e furtado. Do local foram roubadas as tubulações de água, o que causou danos ao imóvel e perda do acervo.

Vídeo feito pelo artista plástico Marcio Antonelli registra o momento em que ele e o também  artista plástico Celso Adolfo, presidente do sindicato, chegam ao local. Nas falas é possível perceber o desespero ao encontrar o imóvel revirado e o barulho da água jorrando dos canos  que sobraram. É possível ver ainda as paredes molhadas.

Celso Adolfo relata que as  tubulações elétrica e hidráulica do imóvel são antigas, de metal, e foram furtadas. “Com isto a água ficou jorrando durante a madrugada e quando chegamos ao local as salas do primeiro piso estavam alagadas. O pior, ela desceu pelas paredes afetando ainda o pavimento térreo. Além do furto, houve vandalismo”, explica Celso.

“Houve uma perda expressiva de acervo, como aquarelas, fotografias, obras de arte em papel. Foram furtados ainda objetos como uma cafeteira”, relata.

O presidente conta ainda que vários imóveis na região vêm sofrendo com os ataques de usuários de drogas. “A região se tornou uma grande cracolândia. Prédios históricos estão sendo destruídos. Os moradores da região estão assustados”, relata ao se referir a um grupo de usuários que ficam na Praça João Clímaco.

FURTO TAMBÉM NO PRÉDIO DA ACADEMIA ESPÍRITO-SANTENSE

A galeria de artes funciona anexo ao prédio da Academia Espírito-Santense de Letras, que foi alvo de furtos por duas vezes nesta semana, como relata o seu tesoureiro, Marcos Tavares. Até um frigobar foi levado nas costas pelo suspeito

O primeiro arrombamento na Academia ocorreu na madrugada da terça-feira (02). O fato voltou a ocorrer nesta quinta-feira (04). Na primeira vez, relata Tavares, como os móveis da Academia estavam revirados, ele avaliou que eram pedreiros que estavam consertando os estragos da Galeria de Artes, que funciona no prédio em anexo e que tinha sido arrombada.

“Constatei depois que o nosso prédio também tinha sido arrombado. Estou chocado com o que encontrei. Levaram a torneira da pia e deixaram água jorrando”, relatou Tavares.

Tavares avalia que, pela característica do que foi levado, o arrombamento foi promovido por usuários de drogas que atuam na região do Centro.

Assalto ao prédio da Academia Espírito-Santense de Letras. Levaram o Busto do professor Kosciuzko Barbosa Leão, que fez a doação do palacete ocupado hoje pela Academia.
O busto em bronze do professor Kosciuzko Barbosa Leão foi levado da Academia de Letras. Crédito: Marcos Tavares

No prédio da academia foram roubadas cinco torneiras dos banheiros, todas metálicas. Vídeo abaixo mostra a água jorrando nos banheiros,

Da Academia Espírito-Santense foram levados:

  • Busto do professor Kosciuzko Barbosa Leão, que fez a doação do palacete ocupado hoje pela Academia.
  • Busto de Saul Navarro - que doou para a Academia o acervo que compõe a sua biblioteca
  • Cinco torneiras metálicas de todos os banheiros 
  • Frigobar novo, ainda embalado
  • Gavetas foram reviradas
  • Medalhas de honrarias e distintivos, como broches
  • Uma impressora HP  recém adquirida
  • Um aparelho de fax em desuso

IGREJA DO CARMO TAMBÉM FURTADA

Na madrugada do domingo (31), o prédio da Igreja do Carmo, localizado no Centro de Vitória, também foi furtado.

De acordo com padre Reuber Cogo Daltio, responsável pela administração do imóvel, os ladrões entraram por uma janela que estava quebrada e por ela tiveram acesso à igreja.

“Foi levado uma caixa de som e o teclado musical da igreja. Já registramos a ocorrência na polícia”, informou o padre.

Assalto ao prédio da Academia Espírito-Santense de Letras
O portão do prédio da Academia de Letras foi forçado no roubo ocorrido na madrugada do último dia 4. Crédito: Marcos Tavares

O QUE DIZ A POLÍCIA

Por nota, aPolícia Civil informa que o fato será investigado por meio do 1º Distrito Policial e, que até o momento, nenhum suspeito de cometer o crime foi detido. Acrescenta que para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada.

A PC destaca que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181. O Disque-Denúncia é uma ferramenta segura, onde não é necessário se identificar para denunciar. Todas as informações recebidas são investigadas. As informações ao Disque-Denúncia ainda podem ser enviadas por meio do site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.