ASSINE
É juiz do Trabalho, mestre em Processo, especialista em Direito do Trabalho e estudante de Economia. Neste espaço, busca fazer uma análise moderna, crítica e atual do mercado e do Direito do Trabalho

Hora extra pra quem? Limitação da jornada não basta para proteger o trabalhador

A se manter essa visão de que o contrato de trabalho deve seguir de forma rígida, estoica, a remuneração por hora trabalhada, independentemente da capacidade individual de cada trabalhador, a CLT tenderá a se afastar mais de seu destinatário

Publicado em 05/10/2021 às 02h01

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.