ASSINE

EUA decretam emergência de saúde pública por varíola dos macacos

De maio até agora, os Estados Unidos somam 6.617 casos confirmados da doença, sem nenhuma morte

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 04/08/2022 às 17h57
  • THIAGO AMÂNCIO

WASHINGTON - A varíola dos macacos é uma emergência nacional de saúde pública nos Estados Unidos, decretou o governo Joe Biden nesta quinta-feira (4). O decreto de emergência, anunciado pelo secretário de Saúde, Xavier Becerra, na prática libera verbas de emergência e dá às agências federais a possibilidade de fazer contratações emergenciais de funcionários, vacinas e remédios.

De 18 de maio até agora, os EUA somam 6.617 casos confirmados da doença, sem nenhuma morte. A decisão vem depois que os estados de Nova York, Califórnia e Illinois, onde ficam as três maiores cidades do país, declararam emergência nos últimos dias. Esses três estados concentram 46% dos casos confirmados nos EUA, seguidos de Texas, Flórida e Geórgia.

"Estamos preparados para elevar nossa resposta ao vírus a outro nível e clamamos que cada americano leve a varíola dos macacos a sério", disse Becerra a jornalistas.

Varíola dos macacos: doença tem se espalhado pelo mundo
Varíola dos macacos: foram confirmados 26.073 casos da doença em 83 países. . Crédito: Shutterstock

Há uma preocupação quanto a quantidade e disponibilidade de vacinas no país. Só há um imunizante autorizado pela FDA, o órgão equivalente à Anvisa, e o governo anunciou na última semana que distribuiria 1,1 milhão de vacinas, o equivalente para imunizar 550 mil pessoas – o que tem provocado críticas de que o governo Biden não tem feito esforços suficientes para aumentar a oferta.

A Casa Branca diz ainda que tem capacidade para fazer 80 mil testes da doença por semana.

Segundo o portal Our World in Data, da Universidade de Oxford, até quarta-feira (4), foram confirmados 26.073 casos de varíola dos macacos em 83 países. A doença já é considerada emergência global em saúde pela OMS desde 23 de julho.

Apesar de elogios da área da saúde, que pressionava Biden pelo decreto de emergência nacional, o ato desta quinta-feira pode trazer certo constrangimento político ao democrata, que também faz pressão para o governo para declarar a violência armada e o acesso ao aborto como emergências de saúde pública.

A varíola dos macacos é causada por um vírus do gênero orthopoxvirus. Os sintomas iniciais da doença são principalmente dores no corpo, febre, mal-estar e cansaço. Depois, os doentes apresentam lesões no corpo em formato de bolhas.

Em maio, quando ocorreu a disseminação do patógeno em regiões não endêmicas (até então, era um vírus endêmico na África central e ocidental), como na Europa e nos Estados Unidos, que o alerta disparou pelo mundo.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.