ASSINE

Motorista baleado em assalto na Serra respira sem ajuda de aparelhos

O motorista contou à mulher que, diferente do que foi divulgado pela polícia, ele não reagiu ao assalto quando foi baleado

Publicado em 26/07/2019 às 19h20

O motorista de aplicativo Bruno Ramos Bins, de 37 anos, que foi baleado durante uma tentativa de assalto em um ponto de ônibus, na última quarta-feira (24), na Serra, já consegue respirar sem a ajuda de aparelhos. A mulher da vítima contou que o motorista recupera-se bem, conversa com os familiares e contou que não reagiu ao roubo. 

Nesta sexta-feira (26), Bruno recebeu a visita da esposa Kathiane Bilchera Bins no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. Ele contou à mulher que, diferente do que foi divulgado pela polícia, ele não reagiu ao assalto. 

AGRADECIMENTO E PEDIDO DE ORAÇÃO

Kathiane Pulchera, esposa do motorista baleado. Crédito: Bernardo Coutinho
Kathiane Pulchera, esposa do motorista baleado. Crédito: Bernardo Coutinho

Kathiane agradeceu pela quantidade de doadores de sangue que foram até o Hemoes para ajudar o marido. Bruno Bins continua na UTI e o quadro dele é grave, mas estável. Ela pediu que as pessoas continuem orando pela vida do marido, para que ele continue recuperando-se e não pegue nenhuma infecção no hospital. O quadro dele continua grave, porém estável. 

O CRIME

O motorista de aplicativo Bruno Ramos Bins, 37, foi baleado na última quarta-feira (24), por volta das 5h30, entre os bairros de Laranjeiras Velha e José de Anchieta, na Serra. O criminoso chegou e anunciou o assalto pedindo a bolsa do motorista. De acordo com informações passadas pela Polícia Militar, Bruno foi atingido com um tiro no peito.

Um ônibus do Transcol, da linha 591, passou no local logo após o motorista ter sido baleado e o motorista parou para prestar socorro. Dentro do veículo estava um colega da vítima, que trabalha na mesma empresa de transporte. O ônibus mudou a rota e levou o motorista ferido até a UPA de Carapina. De lá, a vítima foi encaminhada para o Jayme. Nenhum suspeito foi localizado. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
assalto serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.