ASSINE

Itapemirim proíbe acesso a praias para conter avanço da Covid-19

O acesso a espaços públicos de atividades esportivas, culturais e lazer também está proibido no município, que fica na Região Sul do Espírito Santo

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 29/03/2021 às 10h14
O acesso aos espaços públicos de atividades esportivas, culturais e lazer também está proibido
Itapemirim proíbe acesso às praias para conter avanço do coronavírus. Crédito: Prefeitura de Itapemirim

A Prefeitura de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, proibiu o acesso a praias, enquanto o município estiver classificado em risco extremo. A medida foi publicada em diário oficial na última sexta-feira (26), e pretende conter o avanço do coronavírus na cidade.

Segundo o Decreto 17.050/2021, quem insistir em frequentar as praias, tanto individualmente como coletivamente, fica sujeito às sanções previstas em lei. O acesso aos espaços públicos de atividades esportivas, culturais e lazer também está proibido.

Além disso, a prefeitura reduziu a jornada de trabalho do servidor público municipal para seis horas diárias, com expediente interno, entre 12h e 18h, sem atendimento presencial, e suspendeu a realização das feiras dos produtores rurais/artesanais do Programa Vale Feira. Anteriormente, o horário de expediente na prefeitura era de 8h às 17h. 

Segundo a prefeitura, o atendimento ao público será feito de forma remota, por meio do site da prefeitura, e as licitações já agendadas serão mantidas desde que aplicadas as medidas de segurança e prevenção do contágio. Já as novas licitações estão suspensas até o dia 4 de abril. Permanecem temporariamente suspensas as atividades presenciais nas escolas.

A prefeitura informou ainda que a orientação das ações de fiscalização é preventiva e para a conscientização dos munícipes e, que nesta terça-feira (30), irá instalar cerca de 30 placas ao longo da orla para informar a população sobre a proibição do acesso às praias do município, conforme restrições estabelecidas nos decretos estadual e municipal. O sistema de som de videomonitoramento também está divulgando orientações para desestimular a frequência na orla.

De acordo com o Painel Covid-19 da Secretaria de Estado de Saúde, até a noite deste domingo (28), Itapemirim contabilizava 3.131 casos confirmados de Covid-19, com 80 óbitos e 2.880 pessoas curadas.

O balneário de Itaipava é o bairro com mais casos confirmados do novo coronavírus, seguido por Itaoca, também no litoral do município.

Itapemirim Covid-19 Pandemia Quarentena no es

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.