ASSINE

Caio Ribeiro comemora final da quimioterapia e anuncia ausência de linfomas

"Fiz o exame, o PET Scan, um tipo de ressonância para ver como estava a resposta ao medicamento, a quimioterapia, e não existe mais nenhum linfoma no meu corpo. Zerado", comentou Caio Ribeiro

Publicado em 04/10/2021 às 08h53
Caio Ribeiro está tratando um câncer
Caio Ribeiro durante tratamento de um câncer. Crédito: Reprodução/Sportv

O comentarista e ex-jogador de futebol Caio Ribeiro anunciou, neste domingo (3), que encerrou seu tratamento com quimioterapia para curar um linfoma de Hodgkin. Ele passou por exames na última sexta-feira (1) e neles não foram mais detectados os linfomas.

"Fiz o exame, o PET Scan, um tipo de ressonância para ver como estava a resposta ao medicamento, a quimioterapia, e não existe mais nenhum linfoma no meu corpo. Zerado. Não existe nenhum mais risco do câncer continuar. Sucesso absoluto do tratamento", comemorou Caio.

Mesmo com as boas notícias divulgadas, o tratamento ainda não está completamente encerrado. O ex-atacante passará por sessões de radioterapia como medida de prevenção, a fim de evitar o aparecimento de novos linfomas.

"Agora tem uma radioterapia por prevenção. Cheio de saúde, a vida segue, já já estou de volta ao estúdio. Para as crianças, as famílias do Caioba, todos que mandaram mensagem, meu muito obrigado, vocês me ajudaram a passar por isso de forma mais leve. Acabou", disse o comentarista.

No início do mês de setembro, Caio Ribeiro revelou estar fazendo tratamento contra o câncer, que foi descoberto após o aparecimento de um caroço no pescoço. Desde então, como medida de precaução, o comentarista se afastou das transmissões e programas da TV Globo presenciais e tem feito seu trabalho em home office. Neste domingo, participou por vídeo da transmissão de Chapecoense x São Paulo, com Cléber Machado e Casagrande.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde câncer Saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.