ASSINE

Ministério da Justiça questiona Facebook sobre vazamento de dados

A Secretaria Nacional do Consumidor pede explicações, em até 15 dias, sobre suposto vazamento de dados de 500 milhões de usuários, 8 milhões deles brasileiros

Publicado em 09/04/2021 às 15h03
Atualizado em 09/04/2021 às 15h03
Facebook
O objetivo da investigação no Facebook é esclarecer quais dados pessoais foram compartilhados e quantos consumidores foram afetados. . Crédito: Reuters/Folhapress

A Secretaria Nacional do Consumidor, órgão do Ministério da Justiça, enviou notificação ao Facebook pedindo explicações, em até 15 dias, sobre suposto vazamento de dados de 500 milhões de usuários, 8 milhões deles brasileiros, que estariam sendo vendidos em fóruns na internet.

Segundo a Senacon, o objetivo é esclarecer quais dados pessoais foram compartilhados e quantos consumidores foram afetados no Brasil. A secretaria também pergunta o que originou a suposta falha e quais medidas vêm sendo tomadas para melhorar a segurança na rede e mitigar os danos resultantes do problema.

O Facebook diz que ainda não foi formalmente notificado. A empresa afirma estar à disposição para colaborar com as autoridades competentes. Sobre os vazamentos, o Facebook vem afirmando que a base de dados oferecida é antiga e o problema foi resolvido em 2019.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.