ASSINE

Eurocopa: Itália aprova abertura de estádio com 25% da capacidade

Roma deve receber três jogos da primeira fase - incluindo a partida de abertura do torneio entre Itália e Turquia, em 11 de junho - e uma das quartas de final

Publicado em 13/04/2021 às 17h39
Atualizado em 13/04/2021 às 17h39
Estádios vazios
A Eurocopa 2020 foi adiada por um ano devido à pandemia de Covid-19. . Crédito: Pixabay

O governo da Itália permitirá que torcedores assistam aos jogos do Campeonato Europeu deste ano no Estádio Olímpico de Roma com 25% da sua capacidade, disse a Federação Italiana de Futebol (FIGC) em comunicado nesta terça-feira (13).

A Eurocopa 2020 foi adiada por um ano devido à pandemia de covid-19, e a Uefa, órgão regulador do futebol europeu, pediu aos 12 países-sede que apresentassem seus planos para permitir que torcedores entrem nos estádios até o início de abril. A competição vai ocorrer de 11 de junho a 11 de julho.

Na semana passada, o Comitê Técnico-Científico (CTS) do governo italiano disse que não poderia dar sua opinião antes do prazo final e a Uefa deu até dia 19 de abril para uma decisão.

"Itália e Roma estão dentro. A aprovação do governo da presença do público nos jogos da Eurocopa 2020 em Roma é uma notícia maravilhosa que iremos imediatamente transmitir à Uefa", disse o presidente da federação, Gabriele Gravina, em comunicado.

Roma deve receber três jogos da primeira fase - incluindo a partida de abertura do torneio entre Itália e Turquia, no dia 11 de junho - e uma das quartas de final.

Futebol Europa Coronavírus Mundo Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.