ASSINE

Polícia fala sobre prisão de acusado de estuprar menina de 10 anos no ES

O suspeito de 33 anos se entregou à polícia na cidade de mineira de Betim, mas a prisão foi realizada por policiais de São Mateus, no Norte do ES, na manhã desta terça-feira (18)

Publicado em 18/08/2020 às 12h00
Atualizado em 19/08/2020 às 11h52

12:37

Próximos passos

"Ele agora será ouvido e daremos prosseguimento às investigações. Ele agora será entregue à Justiça", finalizou o delegado Ícaro Ruginski.


12:34

Possibilidade de DNA em parentes

Antes de ser detido, em um vídeo feito pelo suspeito, o mesmo pediu que fossem feitos exames de DNA e coletado material de parentes da criança. "Essa possibilidade será analisada e checada pela Polícia de São Mateus, mas as investigações apontam que os abusos eram praticados por ele. Ele disse que os atos eram consentidos, mas não há consentimento com crianças de 10 anos. Ele falou que tinha relações com a menina desde 2019", disse o delegado Ícaro Ruginski.  


12:31

Local da prisão

Segundo o delegado Ícaro Ruginski, o suspeito fugiu ainda na sexta-feira (7), por desconfiar que a menina estaria grávida. Na madrugada desta terça-feira (18), ele se entregou à polícia. Estava na casa de parentes. 


12:28

Informações falsas

O delegado Ícaro Ruginski desmentiu que a menina estava fazendo pré-natal em São Mateus. O caso foi descoberto após a criança dar entrada no Hospital Roberto Silvares. "Eu estive lá e verifiquei essa situação. Isso, a princípio, está descartado e, em nenhum momento, foi ventilado a possibilidade dela estar em pré-natal antes de procurar pelo atendimento no dia 7", afirmou. 


12:24

Proteção à criança - Darcy Arruda

"Essa criança será acompanhada por uma equipe multidisciplinar e estamos investigando o vazamento de dados dessa criança e dos envolvidos. Investigaremos se houve vazamento de informações da menina, por meio da Delegacia Especializada de Crimes Cibernéticos. O Estado tem que resguardar essa criança."


12:21

Situação de risco

"Essa criança vivia em situação de risco. É filha de uma mãe andarilha de São Mateus e vivia com os avós. Ela vivia em uma condição muito precária e passou a ser abusada por esse monstro, que estava solto por conta dessa prática da 'saidinha'. Agora esse caso prosseguirá com a investigação para que esse monstro fique preso e seja punido. Parabenizo aqui o trabalho da Polícia Civil, coordenado pelo Doutor Arruda", disse o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho. 


12:19

Início do caso

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, fala como se deu o surgimento do caso. "No dia 7 último, a criança deu entrada no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, e prontamente o caso foi identificado como estupro, sendo a Polícia Civil acionada para iniciar as investigações". 


12:15

José Darcy Arruda

"Foi feita uma incursão na Bahia, encaminhamos os policiais para lá, mas ele não estava. Começamos, então, um trabalho de levantamento de onde poderia estar, conversamos com familiares dele e descobrimos que ele tem parentes em Minas Gerais. Conseguimos um contato com ele, que diante da perspectiva de ser agredido e temendo pela própria vida, em seguida aceitou se entregar a nós. A prisão ocorreu nesta madrugada", contou. 


12:09

Ação rápida e eficiente

O Secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, elogiou o trabalho conjunto das polícias que resultou na prisão do suspeito. "Ele já está a caminho do Estado, mas é importante frisar o brilhante trabalho que resultou nesta prisão. Esta menina deu entrada no hospital de São Mateus, foi constatada a gravidez e a Polícia Civil foi acionada. Imediatamente mobilizamos nossa inteligência com a de outros Estados e identificamos os passos dele. O identificamos na Bahia, em Nanuque, e ontem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Betim. Nossos policiais civis entraram em contato com ele, que demonstrou temor pela própria vida e resolveu se entregar", detalhou.


12:07

Acompanhe a coletiva ao vivo

Siga com a coletiva das forças de segurança do Estado sobre a prisão do suspeito.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Polícia Civil São Mateus Abuso em São Mateus estupro de vulnerável são mateus

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.