ASSINE

Nesta reta final do ano, dá tempo de entrar em forma para o verão

A nutricionista Roberta Larica afirma que é possível mudar alguns hábitos e fazer escolhas que vão melhorar não apenas a aparência, mas principalmente a saúde

Publicado em 04/10/2021 às 18h20
Respeite a dieta do outro
Optar por alimentos naturais, evitando os industrializados, ajuda no processo da perda de peso. Crédito: Unsplash

Nos meses que antecedem a estação mais quente do ano, começa a correria para perder aqueles quilinhos a mais e fazer as pazes com o próprio corpo. Nesse pouco tempo que falta para o verão, vem à tona a dúvida dos sedentários de plantão: será que ainda dá tempo para entrar em forma nesta reta final do ano?

Para ajudar você a sair do sedentarismo e conseguir perder uns quilinhos para curtir a estação do calor, a nutricionista Roberta Larica, comentarista do quadro Boa Mesa CBN, da CBN Vitória, explicou, em entrevista ao apresentador do CBN Cotidiano, Mário Bonella, que dá tempo de mudar alguns hábitos e fazer escolhas que vão melhorar não apenas a aparência, mas principalmente a saúde. Confira a entrevista na íntegra:

Segundo a especialista, esse é o momento para começar a rever a lista do início do ano, compostas por promessas de uma saúde melhor e o retorno à boa forma. Entretanto, a especialista ressalta que, para obter resultados satisfatórios e não comprometer o corpo, as dietas devem ser indicadas e acompanhadas sempre por um médico ou nutricionista.

Roberta Larica

Nutricionista e comentarista do Boa Mesa CBN

"Devemos ter a consciência de que o consumo de determinados alimentos, como o açúcar, vai interferir nos resultados para ter saúde e corpo desejados. "

CONFIRA ALGUMAS DICAS DA NUTRICIONISTA:

  1. 01

    Cortar o açúcar

    Segundo a nutricionista, o açúcar está presente não apenas no cafezinho ou no preparo de um doce, mas principalmente na composição dos carboidratos. E cabe ressaltar que, quando comemos um doce de barriga vazia, o pico glicêmico é muito maior do que quando comemos um docinho depois do almoço. “Mas devemos pensar que ainda mais perigosas são as grandes quantidades de açúcar presentes em molhos, sorvetes e iogurtes industrializados".

  2. 02

    Cortar industrializados, enlatados e processados

    No dia a dia, comemos muitos alimentos que são ultraprocessados, compostos por conservantes e ricos em açúcar, que fazem mal à saúde. Em substituição, dê preferência aos alimentos naturais: frutas, verduras, carnes magras, ovos, leguminosas, farinhas integrais, fibras, leite e derivados naturais sem conservantes. “Também é importante lembrar que, quanto menos ingredientes na composição do alimento processado, melhor”, explica a especialista.

  3. 03

    Jantar mais cedo e comer menos à noite

    O ideal, segundo a  nutricionista, é jantar três horas antes de se deitar e tentar comer menos. O caminho para comer menos no jantar é realizar um lanche da tarde, algo que diminua o apetite, e dar preferência a uma proteína.

  4. 04

    Inserir a atividade física no cotidiano

    Roberta Larica explica que, mesmo com a proximidade do fim do ano, não é necessário se inscrever na academia, nem comprar equipamentos para sair do sedentarismo. Basta fazer uma atividade física que seja do seu gosto e mantê-la em rua rotina.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde cbn cotidiano cbn vitoria Saúde Dieta

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.